Volante do Bahia admite cusparada e revela desrespeito de dirigente do Vasco

O jogo entre Vasco e Bahia nesta segunda-feira (16) foi recheado de polêmicas e confusões. Uma delas envolveu o volante Elton, que foi acusado de ter cuspido em um dirigente do Vasco da Gama, após o término da partida em que o Tricolor perdeu por 2 a 0, mas se classificou para as quartas de final da Copa do Brasil. Em entrevista ao repórter Fred Huber, do Globoesporte, o jogador explicou o ocorrido e revelou que o dirigente vascaíno o menosprezou e faltou com o respeito também com o Bahia, chamando ele de “jogador medíocre e de time pequeno”. Ele admitiu a cusparada, mas afirmou que não pegou em ninguém.

Veja abaixo:



“O negócio foi que eles querem tomar a dor, a torcida xingando a gente de “viado”, tudo mais… Eu fiz assim para eles: “Fala mais”. Aí eles disseram que eu não podia fazer isso, vieram para cima de mim. Cada um vai defender o seu. Eles falaram o que falaram para mim? “Jogadorzinho medíocre, jogadorzinho pequeno”. Então vê lá o que eles falaram. “Jogador de time pequeno”. Está chamando o Bahia de time pequeno? Eles têm que ter respeito. Eu estava mexendo com a torcida. Ele tomou a dor? É diretor, tomou a dor, mas também não pode falar aquilo que falou para mim. Eu dei uma cusparada, mas não bateu neles, não”

Deixe seu comentário