Vitória vence o Bahia em BA-VI eletrizante e polêmico pelo Brasileiro de Aspirantes

Foto: Maurícia da Matta / EC Vitoria

Em BA-VI eletrizante e repleto de polêmicas pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, o Esporte Clube Vitória levou a melhor sobre o Esporte Clube Bahia, na noite deste sábado (28), no Estádio Manoel Barradas, e venceu o rival pelo placar de 2 a 1, com gols de Jhemerson e Arroyo. Rodrigo “Pelezinho” marcou para o Tricolor Baiano, mas não conseguiu evitar o tropeço no primeiro clássico pela competição Sub-23.

Com o triunfo, o Vitória sobe três degraus na tabela e assume a vice-liderança do Grupo A, com 10 pontos, empatado com o Atlético-PR e ficando atrás somente do líder América-MG, que tem 12. O Bahia, por sua vez, permanece na parte de baixo da tabela, com apenas 4 pontos conquistados na 6ª colocação.

Na próxima rodada, o Vitória visita o Coritiba no dia 7 de agosto, uma terça-feira, às 15 horas, no estádio Couto Pereira. Já o Bahia recebe o Atlético Goianiense na Arena Fonte Nova no dia 09 de agosto, uma quinta-feira, duelo agendado para às 21h15.

FRANGO E POLÊMICAS!
O Vitória abriu o placar aos 9 minutos com Jhemerson em cobrança de pênalti que não existiu. A bola bateu na perna do jogador tricolor e o árbitro enxergou mão. O Bahia não se abateu e com maior volume foi em busca do empate aos 32 minutos em grande jogada do estreante Rodrigo “Pelezinho”.

No segundo tempo, as equipes reclamaram de pênaltis não marcados, um para cada lado, bastante discutíveis. O clássico ficou ainda mais eletrizante e com lances emocionantes para os dois lados, com duas bolas no travessão. Logo na sequência, aos 30 minutos, Arroyo experimentou de longe e o goleiro Dejair aceitou, “frango” que decretou o triunfo do Leão por 2 x 1 no Barradão.

O Vitória jogou com:  Caíque, Cedric, Léo Xavier, Lucas Ribeiro e Arroyo; Léo Gomes, Farinha, Nickson e Jhemerson; Júnior Todinho e Eron.

O Bahia jogou com: Deijair; Edimundo, Jaques, Ignácio e Mayksilvan; Luis Fernando, Willean Lepo, Joilson, Fernandinho e Felipe; Rodrigo “Pelezinho”.



REGULAMENTO DO TORNEIO
Primeira fase (de 6 de junho a 22 de agosto)
– Dois grupos de 8 times
– Os times enfrentam equipes do grupo oposto em turno único
– Avançam os quatro melhores de cada grupo

Segunda fase (de 5 de setembro a 21 de outubro)
– Dois grupos de quatro times
– Os times se enfrentam dentro do grupo, em turno e returno
– Classificam-se os dois melhores de cada grupo

Semifinais e final (de 28 de outubro a 18 de novembro)
– Mata-mata em ida e volta

GRUPO A: Grêmio, Atlético-PR, São Paulo, Sport, Vitória, Atlético-GO, Goiás e América-MG

GRUPO B: Santos, Internacional, Chapecoense, Coritiba, Figueirense, Bahia, Avaí e Santa Cruz

PROPÓSITO
O principal objetivo do Brasileiro de Aspirantes é dar espaço para jogadores em recuperação ou atletas sub-23. Esse modelo é usado nos principais países da Europa. Na Inglaterra, é disputada anualmente a Reserve League, com propósito semelhante aos aspirantes. Em outros países, como Alemanha e Espanha, os times B atuam nas divisões inferiores – é o caso do Barcelona B (segunda divisão) e do Real Madrid Castilla (terceira divisão).

Deixe seu comentário