Edigar no ataque e zagueiro improvisado na lateral. Veja o provável Bahia

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia deu por encerrado a preparação para o duelo decisivo deste sábado (7) contra o Sampaio Corrêa, às 17h45, na Arena Fonte Nova, jogo valendo o título da Copa do Nordeste. No último treino, nesta sexta-feira, o técnico Enderson Moreira esboçou o provável time que deve entrar em campo, no entanto, fez mistério e escondeu os 11 titulares. Em entrevista coletiva, o treinador não revelou o substituto de Nino Paraíba, tampouco quem será o centroavante.

“A questão do Edigar e do Marco, a gente está avaliando. Não temos certeza. Eles fizeram o segundo treino com bola. Ainda temos 24h para o jogo. Vou pensar bem, ver as condições dos dois para tomar a decisão. É uma final extremamente importante, mas não posso me comprometer com esses atletas, que são importantíssimos para a equipe, nem precipitar qualquer tipo de situação. A gente vai avaliar. Tendo o aval do departamento médico, físico, fisiologia, fisioterapia, a gente toma a decisão. Na lateral, não tenho jogador da posição. A gente vai ter que adaptar. Claro que não é o que a gente gosta de fazer, mas, neste momento, é o caminho. Estou com duas opções. Ainda vou olhar, pensar, para poder tomar a decisão. Mas não vou falar para vocês as opções. Não vai escapar. Todos que têm condições (de jogo) estão relacionados. Não ficou ninguém para trás. Está todo mundo aqui”, disse o treinador.

Veja abaixo o provável Bahia para a decisão:



Com a suspensão de Nino Paraíba, Enderson não tem um jogador de ofício para a posição já que João Pedro saiu recentemente. Sendo assim, terá que improvisar na posição e o nome mais cotado é do jovem zagueiro Everson, que já foi utilizado como lateral-direito algumas vezes. Outra possibilidade é a utilização de Flávio. Outra dúvida no time é no ataque. Edigar Junio está recuperado e pode ser a grande novidade. Se não for ele, permanecerá Júnior Brumado. Já o meia-atacante Élber briga por posição com Eugenio Mena.

Anderson; Everson (Flávio), Lucas Fonseca, Tiago e Léo; Gregore, Elton e Régis; Zé Rafael, Élber (Mena) e Edigar Junio (Júnior Brumado).

Para levantar a taça, o Esquadrão precisará vencer por dois gols de diferença ou devolver o mesmo placar para levar a decisão para os pênaltis. Lembrando que na Copa do Nordeste existe ainda o gol qualificado, ou seja, se tomar um gol, precisará fazer três. A equipe maranhense joga pelo empate para conquistar o título inédito da Lampions League.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*