Presidente do Bahia insatisfeito com o novo regulamento da Copa do Nordeste

A Copa do Nordeste terá mudanças no Regulamento em 2019 como foi exaustivamente divulgado ontem à noite. Os clubes se reuniam em Recife e foi proposto um novo formato de disputas e outras medidas de menor valor e de pouco interesse do torcedor, como data de inscrições de jogadores, premiação e outras miudezas que não nos pertence ou aumenta ou reduz nosso interesse pela competição.

A mais impactante e importante será que em 2019, a competição terá 16 times divididos em apenas em dois grupos de oito (e não mais quatro grupos cada um com quatro clubes, avançando os dois melhores como atualmente e que se desenvolve neste momento).

No modelo proposto que ainda precisa de aprovação da CBF. Seriam 8 equipes de um lado, 8 equipes do outro em jogos cruzados, finalizado a fase, avançam as 4 melhores equipes de cada grupo que vão às quartas de final, A pretensão é melhorará a quantidade dos clássicos já na primeira fase.



Mas será que teríamos um ganho significativo neste novo formato? Creio que não, ainda penso que o formato defendido pelo Presidente do Bahia, Guilherme Bellintani teria um maior alcance (exceto a redução drástica dos números de clubes – 4 neste primeiro momento) no entanto, na essência, entendo como acertada o ponto de vista tricolor que infelizmente não prosperou, porém, ainda não foi sepultada.

De acordo o presidente tricolor, em entrevista ao Site Universo Online, a edição de 2019 da competição continuará sofrendo com a baixa presença de público nos jogos. Desta forma, cogita até deixar a Copa do Nordeste na próxima temporada, assim como fez o Sport, aliás, algo que não acredito, acho até que não fez tal ameaça.

“Algumas mudanças para 2019, mas nada significativo, infelizmente. A nossa proposta era de pontos corridos para 2020, com 12 clubes. Esse modelo de 2019 seria de transição. Mas a liga não quis debater 2020, apenas 2019. Vai ser o mesmo fracasso de público que está sendo em 2018”

Questionado se o Bahia seguirá na competição na próxima temporada, Guilherme não confirmou: “Vamos aguardar as decisões sobre o futuro da competição”.

Vale lembrar que o novo regulamento ainda precisará do aval da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que deve oficializar ainda antes da Copa do Mundo da Rússia.

Copa do Nordeste muda regulamento para o próximo ano! Veja o que mudou

Deixe seu comentário