Guto responde ‘reclamação’ do meia Vinícius por atuar fora de posição

Principal destaque do Bahia nos primeiros meses do ano e, principalmente, na conquista do Campeonato Baiano, o meia Vinícius caiu muito de rendimento e não consegue repetir as boas atuações nesse início de Brasileirão. O jogador de 27 anos não marca um gol faz seis jogos, a última vez foi no dia 1º de abril, no BA-VI da Fonte Nova pela final do Baianão. De lá para cá, o futebol se apagou.

No último domingo, na derrota para o Sport-PE por 2 a 0, em entrevista à rádio Metrópole, Vinícius tentou justificar essa queda de rendimento pela nova função e posição dentro de campo. Ele, inclusive, afirmou que  iria conversar com a comissão técnica do Esquadrão sobre o seu posicionamento em campo.

No início da temporada ele chegou a atuar como uma espécie de segundo volante no esquema tático 4-1-4-1, chegando de trás para aproveitar a boa finalização. Com a mudança para o 4-2-3-1, ele atua como um meia avançado central, enquanto Elton fica com a função de segundo volante.



Entrevista coletiva nesta terça-feira (08), o técnico Guto Ferreira foi questionado sobre o assunto e disse que a queda de rendimento do meia não é por mudança de posição em campo, mas pela dificuldade da competição e a adaptação a ela, se referindo ao Baiano e Nordeste, onde o atleta se destacou, em relação a Série A, onde praticamente não “entrou” em campo.

“Eu acredito muito mais que seja a dificuldade da competição e a adaptação a ela. Eu acho que, mais do que nunca, nesse momento, é a gente olhar para dentro de si e analisar o que é que nós estamos com dificuldade e procurar soluções. E isso a gente vem fazendo. E eu tenho certeza que o Vinícius fará, se não vem fazendo, fará também. Pode ter certeza disso, de alguma maneira ele vai fazer”, disse Guto.

Deixe seu comentário

112 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*