Guto Ferreira, entregador de camisas que continua causando estragos!

Quanta perda de tempo, nesse momento, essa crítica sobre o desempenho dos times do Nordeste nesse Brasileirão.

Querer colocar as coisas de Z4 de uma forma tão sublimada, neste momento, parece ser um exercício de utopia ou meros devaneios de torcedor nos momentos de pós jogo.

O Bahia está nessa situação por conta do seu FRAQUÍSSIMO treinador que insiste em cometer severos desatinos durante os jogos, quando não erra na escalação inicial.

A dinamicidade desse campeonato é muito complexa. Perder um jogo pode colocar o time em situação vexatória e, ao contrário, pode colocar um time entre os 10 primeiros.

Isso, pelo menos das rodadas iniciais, é muito verdadeiro e real, daí considero que a posição do Bahia (minha visão) não é fruto da falta de jogadores ou, destes, a sua qualidade.

O que o Bahia tem tido de prejuízo não aponta para a qualidade do seu plantel, pois seguramente não é dos melhores, tampouco dos piores!

O problema é o GF que vem abusando da sorte e insistindo em cometer equívocos horríveis como o verificado ontem tendo colocado o Mena para fazer a contenção do adversário, num momento crítico do jogo. Essa sua burrice contribuiu para que o adversário sufocasse o Bahia até marcar o gol.

Pior sobre a entrada do Kaike: vejam que ele afirmou o ter colocado no jogo por não ter outro na posição… Ora, então mudasse o esquema, mudasse o comportamento do time com a entrada do Alione, por exemplo. Se ele aposta no cara e, em outros jogos, mesmo tendo opção (Brumado) fez questão de colocar, no mínimo, está se contradizendo. Por que colocar então?



Observem que no lance do segundo gol sampaulino, o jogador recebe a bola sozinho, ajeita e chuta sem ser sequer incomodado. O Mena que tinha acabado de entrar, com todo o gás, ficou estático e poderia ter pelo menos atrapalhado o chute do adversário.

Quando o Bahia fez aquele jogo contra o Vasco, prontamente frisei que o adversário não poderia referenciar sobre o futebol do Bahia sob o comando do GF.

Tratava-se de um adversário fraco e sem qualidade nos seus jogadores (apenas o Paulão, o Anderson Martins e o Picachu jogam bola). O resultado de ontem, contra o vice em São Januário, confirma tudo isso.

Imagino que algo deverá acontecer para nos livrarmos desse entregador de camisas de 2a. divisão e, aí sim, o Bahia decolar para uma campanha menos ruim e com boas perspectivas de melhores posições.

O vice de Canabrava é que tem que se preocupar, pois com essa zaga, o caminho da segundona pode ser abreviado ainda no primeiro turno. Vencer o Vasco, em São Januário, pelo placar que foi significa que as duas zagas são muito ruins.

Imagino o sufoco dessa Diretorias para tentar mudar esse momento ruim na tábua de classificação.

Desses atuais ocupantes do Z4, vejo o Bahia como penalizado em função das desastrosas atuações do seu treinador. Foram 4 preciosos pontos jogador fora!

Apenas isso!

Quem viver verá !!!

Paulo Fernando, torcedor do Bahia, amigo e colaborador do Futebol Bahiano

Deixe seu comentário