Bahia enfrenta o Vasco para encerrar jejum e pular fora do Z4 da Série A

Revigorado após goleada e classificação na Copa Sul-Americana, o Esporte Clube Bahia precisa ter neste domingo (27) a mesma eficiência e competência que teve na quarta-feira diante do Blooming-BOL para vencer o Vasco da Gama pela 7ª rodada da Série A, triunfo necessário e obrigatório, não pelo momento turbulento do adversário que tem um time inteiro de desfalques, por lesão, suspensão, afastamento e convocação para seleção, o que não tira as dificuldades do confronto, ao contrário, o perigo pode morar aí, principalmente se entrar de salto alto.

Podemos considerar este duelo de SEIS pontos, afinal, são dois clubes que certamente brigarão na parte central da tabela de pontuação da Série A. Apesar do Vasco aparecer em 9º e do Bahia em 18º, apenas 3 pontos separam os dois times, para termos uma ideia do quanto ainda está embaralhado a competição, algo normal por ser início de campeonato e as primeiras rodadas, ainda longe da separação de adultos e crianças.

O triunfo para o Bahia significaria um alívio com a saída da ZONA da bagunça, além de encerrar o jejum de quatro jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro – Atlético-PR (C), Sport-PE (F), São Paulo (C) e Palmeiras (F). A última e única vez até então que comemorou foi 21 de abril, há mais de um mês atrás, quando derrotou o Santos, por 1 a 0, com gol salvador de Júnior Brumado, aos 49 minutos, uma rodada depois de ter pedido para o Internacional na estreia do Brasileirão.

Bahia e Vasco se encontraram já este ano, porém, pela Copa do Brasil. No jogo de ida pelas oitavas de final, no mesmo palco do duelo deste domingo, o Esquadrão deu um banho de bola e aplicou 3 a 0 no Vascão, com gols do trio ofensivo: Zé Rafael, Edigar Junio e Vinícius.

ESCALAÇÕES:



Ainda sem Marco Antônio, Edigar Junio, Douglas, e com a perda do lateral-esquerdo Léo (lesionado), o Bahia do técnico Guto Ferreira deve enfrentar o Vasco com: Anderson; João Pedro, Lucas Fonseca, Tiago e Mena; Gregore, Elton e Vinícius; Zé Rafael, Élber e Júnior Brumado. Sendo assim, seria apenas uma única mudança em relação ao time que venceu o Blooming por 4 a 0, saindo Léo e entrando Mena.

Já o Vasco, do técnico Zé Ricardo, conta com inúmeros problemas. No treino da sexta-feira, ganhou mais um: O zagueiro Werley que não treinou e foi vetado. Porém, o treinador terá o retorno do ex-corintiano Giovanni Augusto, além da estreia de um ex-goleiro do Vitória que deve ter passado informações do rival. Dessa forma, o time será: Fernando Miguel, Rafael Galhardo, Erazo, Ricardo e Fabrício; Desábato, Bruno Silva e Giovanni Augusto; Pikachu, Wagner e Henrique.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*