Vitória da Conquista confirma continuidade de trabalho na Série D

Após a campanha pífia no Campeonato Baiano, o Vitória da Conquista deu início aos trabalhos visando a disputa do Brasileiro da Série D. Quem estará no comando do Bode é o treinador Guilhermino Lima, que assumiu a equipe após a demissão de Estevam Soares e vai permanecer no comando técnico, garantiu o presidente do ECPP, Ederlane Amorim. Segundo o mandatário, Lima é o nome ideal no momento, principalmente com a dificuldade de buscar outros nomes, e ele dará continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido.

“Estevam Soares já saiu, está desligado, inclusive já assumiu outro clube da Série D, que é o Itumbiara. A gente vai dar continuidade com [Guilhermino] Lima até por essa dificuldade nossa de estar trazendo outros nomes. Lima vai dar continuidade ao trabalho, já que ele sempre vem fazendo parte do elenco profissional, seja como auxiliar técnico, às vezes treinando o sub-20, mas já foi campeão da Copa Estado conosco. Terminou o Campeonato Baiano no ano passado e nos colocou na semifinal. Conhece a engrenagem do clube, conhece a maioria dos jogadores. Acho que para o momento seria o nome ideal”, afirmou.




A equipe conquistense começou o certame sob o comando de Washington Coração Valente. Após demissão, Lima assumiu o time que foi goleado por 6 a 1 pelo Bahia. Depois Estevam Soares desembarcou no clube. Estevam dirigiu o time nas quatro últimas rodadas da primeira fase do Campeonato Baiano e acabou demitido após vencer apenas um único jogo e perder outros três. Após a campanha pífia e decepcionante, o presidente do Bode, Ederlane Amorim disse que ficou desiludido com a posição da equipe que arranhou bastante a marca do clube.

A estreia do Vitória da Conquista na Série D foi marcada para o dia 23 de abril, uma segunda-feira, contra o Treze-PB, no Lomantão. O Bode está no Grupo A9 da competição ao lado de Santa-AL e Itabaiana-SE, além do clube paraibano. Nesta primeira fase os 17 líderes de cada chave e os 15 melhores segundos colocados avançam de fase. A disputa será no sistema de mata-mata e os quatro semifinalistas conquistam o acesso à Série C do ano que vem.

Presidente do ECPP diz que campanha no Baiano arranhou a marca do clube

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*