Julgamento: Veja as possíveis punições do Vitória e jogadores da dupla BA-VI

O resultado mais esperado neste julgamento é a punição ao Vitória

O tão aguardado julgamento da confusão do último BA-VI, no Barradão, acontecerá na próxima terça-feira (27), às 18 horas. O caso que antes seria julgado por cinco auditores, como previsto pela legislação, terá apenas quatro. Como noticiado aqui no Futebol Bahiano, Marcos Bomfim alegou impedimento para julgar o caso e pediu para deixar a 1ª Comissão Disciplinar do TJD-BA. O auditor foi advogado do zagueiro do Bahia, Lucas Fonseca, numa ação trabalhista contra o tricolor. As partes chegaram a um acordo em 2015.

O resultado mais esperado neste julgamento é a punição que receberá o Vitória, denunciado no artigo 205 do CBJD, além de regulamento do Baiano, estatutos da FIFA e artigo 69 do código disciplinar, por “provocar suspensão do jogo causando prejuízo a terceiros. A pena solicitada foi de, além da desclassificação e rebaixamento, multa de até R$ 100 mil.

Além do Leão, o técnico Vagner Mancini foi denunciado no artigo 258 do CBJD, “por ferir a ética disciplinar e suspender jogo”. A leitura labial será utilizada no processo contra o treinador. Ainda pelo lado rubro-negro, serão julgados: O zagueiro Kanu, o meia Yago, o atacante Denílson e o meia-atacante Rhayner, todos pela agressões. Já o goleiro Fernando Miguel foi denunciado por ato hostil.

Pelo lado do Bahia, o volante Edson e o zagueiro Rodrigo Becão foram denunciados no artigo 254, também por agressão. Já Lucas Fonseca foi denunciado por empurrar com força excessiva o pescoço (ato desleal e hostil). O meia Vinicius foi denunciado por comemorar com gestos obscenos.

Estão na barca ainda os zagueiros Bruno Bispo e Ramon, o atacante André Lima e o supervisor Mário Silva, todos do Vitória, por ferir a ética disciplinar por suspender o jogo.

Veja as possíveis punições aos infratores:

Vagner Mancini (Forçar o encerramento da partida) – 1 a 6 jogos

Agressão:
Kanu, Yago, Denílson e Rhayner (Vitória) – 4 a 12 jogos
Edson e Rodrigo Becão (Bahia) – 4 a 12 jogos

Fernando Miguel (ato hostil) – 1 a 3 jogos

Lucas Fonseca (ato hostil e desleal) – 1 a 3 jogos

Vinícius (gesto obscenos) – 2 a 6 jogos

Bruno Bispo, André Lima, Mário Silva e Ramon Menezes (ferir ética disciplinar e suspender jogo) – 1 a 6 jogos

Deixe seu comentário

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. vinci cryptomessenger
  2. 카지노사이트 쿠폰

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*