Empresário do zagueiro Kanu pede valorização por parte do Vitória

kanu quer que seu salário seja equiparado aos dos demais companheiros

Uma das solicitações do técnico Vagner Mancini, a permanência do zagueiro Kanu ainda não está encaminhada. Faltam alguns detalhes. De acordo com o empresário do atleta, as conversas ainda estão em andamento, e o que tem emperrado o acerto é a falta de valorização por parte do Vitória ao atleta que disputou 45 partidas em 2017, e segundo ele tem de ter o salário equiparado aos demais.
“Antes das eleições, Cléber (Giglio, diretor de futebol anterior) já tinha me procurado. Depois da eleição, fui procurado pela nova diretoria do Vitória. Fiz uma proposta e eles responderam com uma contraproposta. Recebi o e-mail hoje (esta segunda-feira, 18), e estou analisando junto ao Kanu. Vamos ver como vai andar. Pelo que Kanu mostrou em dois anos, ele foi uma contratação que deu certo. O custo-benefício dele sempre foi muito vantajoso para o clube. Então eu acho que o Vitória tem que valorizar o atleta. Pelo menos equiparar o que ele ganha aos outros”, disse.
No Vitória desde 2016, o novo contrato de Kanu deve ser de dois anos, porém, nas bases salariais ainda há um distanciamento entre clube e jogador, porém, que deve ser resolvida nos próximos dias.
https://futebolbahiano.org/2017/12/goleiro-tem-permanencia-incerta-no-vitoria-na-temporada-2018.html

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*