Cadê o treinador vencedor? Guto Ferreira no Bahia é retrocesso!

Quando pensamos que o Bahia cresceu, vem a diretoria e contrata Guto Ferreira

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Quando pensamos que o Bahia cresceu, vem a diretoria e toma essa posição de retroagir, trazendo de volta Guto Ferreira. O atual presidente afirmou que só caberia para treinar o Esquadrão treinadores vencedores, consolidados, de peso.. Acho que em relação a Guto estava se referindo a outro tipo peso, não que isso venha ser uma característica negativa, mas um treinador que passou pelo Bahia, que não agradou na formação do time, e nem na sua forma de jogar, que só com a intervenção divina conseguiu encontrar o esquema certo, quando Hernane se contundiu, e “GustaSemGol” foi expulso no BAVI, ele se viu sem opção, e teve que escalar Régis, Allione, Edigar Junio como a única formação de ataque possível, não que ele queria, mas sim porque era a única alternativa, e graças a todos os santos deu certo, porque se não tivesse acontecido a contusão e a expulsão dos atacantes, estaríamos até hoje com aquele ataque cardíaco.

Sinceramente, se o pensamento era trazer um treinador sem um curriculum, era melhor apostar nos irmãos Chamuscas, ou em Enderson Moreira, entre outros, e não Guto, que já tem uma grande rejeição por parte da torcida, principalmente na sua forma de jogar, sem citar a forma como deixou o clube, após ser campeão da Copa do Nordeste e iniciando um Campeonato Brasileiro, para treinar o Internacional na Série B.

Esse ano construímos uma forma de jogar que dava gosto de ir ao estádio ver o Bahia de Carpegiani, acredito que com peças de melhor qualidade iríamos render ainda mais esse ano, com um time rápido, com vontade de atacar, em fazer gols, em agredir o adversário, e com Guto vamos voltar à época dos chutões, dos zagueiros jogando como meias, fazendo lançamentos longos, dando a bola de graça para o adversário, de atacantes isolados na frente, sem ser municiado pelos mais, que priorizavam a marcação em detrimento do ataque, time que não agride fora de casa, só de defende covardemente.

Não quero mais esse futebol. Uma pena que não foi somente jogada do empresário dele, mas com o anúncio oficial, não tem jeito, vamos passar muita raiva com esse Guto em 2018.

Emerson Monteiro, torcedor do Bahia e amigo do Futebol Bahiano.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*