Vitória encara o Freguês Vasco em São Januário

O histórico do duelo entre os clubes ajuda o Leão.

Esporte Clube Vitória tenta hoje à tarde no Estádio de São Januário no Rio de Janeiro, editar mais um capitulo de sua campanha fora de casa, onde te se revelado indiscutivelmente nos seus melhores no atual campeonato. Aliás, se não fosse seu grande desempenho em casa alheia o rebaixamento já era certo. Portanto, se antes, os jogos contra os “Grandes do Sul” era motivo para aflições e sacolas para trazer os gols recebidos. Agora tudo mudou. Virou um autêntico alivio misturado com esperança do torcedor do Vitória. Ou seja, o Vitória é bom longe dos olhos.

Perfil do adversário.

O adversário é Vasco: Invicto há sete jogos, ocupando a oitava colocação na tabela do Campeonato Brasileiro e ainda sonhando com a classificação para Taça Libertadora da América. Precisa vencer o Leão e torcer contra o Flamengo que enfrenta o MISTO do Grêmio em Porto Alegre e depois segurar a onda até o final.

Como sair do Z4
O Esporte Clube Vitória não tem uma segunda alternativa. Precisa vencer e torcer por um resultado de interesse bem provável. Derrota ou até mesmo um simples empate do Sport-PE que enfrenta a Chapecoense na Arena Condá em Chapecó. Empate não ajuda o Leão em nenhum outro cenário.

Freguês.
O histórico do duelo entre os clubes ajuda. Até então foram realizados 52 jogos entre baianos e cariocas. O Vitória saiu vencedor em 21 jogos. Perdeu 18 e em 13 partidas acabaram empatadas. O último encontro foi pelo primeiro turno do Brasileirão. Na ocasião, jogando no Barradão, o Vasco picou 4 a 1, com gols de Kanu (contra), Thalles, Paulo Vitor e Guilherme. O zagueiro Kanu descontou para o Vitória.

Arbitragem
Árbitro: Heber Roberto Lopes – SC (CBF)
Assistente 1: Helton Nunes – SC (CBF)
Assistente 2: Thiaggo Americano Labes – SC (CBF)
Quarto Árbitro: Johnny Barros de Oliveira – SC (CBF)

Escalação
Vasco: Martín Silva, Madson, Breno, Anderson Martins e Henrique; Jean, Wellington, Paulinho (Yago Pikachu) e Mateus Vital; Nenê e Andrés Rios. Técnico: Zé Ricardo.

Vitória: Fernando Miguel, Patric, Kanu, Wallace e Juninho; Ramon, Zé Welison, Yago e Neilton; David e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*