Guilherme Bellintani comenta política de contratação do Bahia

Os jogadores têm uma percepção da história do clube

As eleições no Esporte Clube Bahia só acontecem no próximo mês de Dezembro e como qualquer eleição, o resultado somente após apurados os votos das urnas ( quando existiam urnas) No entanto, é tranquilo observar que a chapa da situação composta por Guilherme Bellintani e Victor Ferraz aparece como a provável chapa vencedora, salvo algum fato novo que venha mudar esse quadro de favoritismo inicial. Particularmente não acredito.

Hoje o provável futuro presidente do Bahia, Guilherme Bellintani foi o entrevistado do programa ao Jornal da Cidade 2ª Edição da Rádio Metrópole quando falou sobre contratação. Curiosamente o pré-candidato afirmou que o Bahia deve abolir jogadores que estejam “em fim de carreira”. Curioso, é que essa política de contratação deixou de existir a partir da gestão Marcelo Pereira.

“Os jogadores têm uma percepção de história do clube do Nordeste, que muito se insistiu em jogadores em fim de carreira. Você veja que o Renê Júnior tem uma identidade forte com a torcida, mas com a técnica, com uma categoria, que sabe matar a bola no peito. Hoje o Bahia tem um ataque rápido, com jogadores que querem marcar a história do clube”, declarou.

Em outro tema, concordo perfeitamente. Quando falou da necessidade e  importância de preservar a história do Bahia, com o objetivo de formar futuros torcedores. Fato desprezado pela gestão atual com aquela idéia absurda que o Bahia não existia e SURGIU a partir da eleição de Marcelo Sant’Ana, não pode ele, sim pelos devotados e quando o passado era lembrado apenas pinçado sorrateiramente fatos negativos apenas para efeito comparativos naquilo que podemos chamar de desonestidade clássica.

“Eu acho que a história do Bahia é uma história que tem que ser levada à máxima potência. É preciso entender que as histórias se fazem por momentos históricos também. É preciso que a gente tenha a consciência da importância que aquele título em 88 tem para a afirmação de uma geração tricolor”, afirmou o homem.

ACM Neto elogia Bellintani, provável novo presidente do Bahia

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*