Bahia é o único clube do Nordeste com dois atletas no Bola de Prata

E depois dizem que o presidente Marcelo Sant'Ana não entende nada de futebol...

Com a permanência confirmada do meia Zé Rafael e do zagueiro Tiago, ambos renovaram contrato recentemente e felizmente, o Bahia agora tenta segurar outras peças importantes do elenco, caso especial do volante Renê Júnior, um dos destaques do tricolor na temporada 2017. Ele está emprestado pela Ponte Preta e é alvo do Corinthians. Edson, por sua vez, pertence ao Fluminense.

Não será fácil segurar os atletas em Salvador, ainda mais difícil será conseguir renovar com Renê. A relação do Corinthians com a Ponte Preta é muito próxima, tanto que o artilheiro Lucca foi emprestado ao time de Campinas. A única esperança é que Renê não é um jogador jovem, 28 anos, o que valorizaria o seu passe até certo limite. Mas não estou otimista em relação a isso.

Edson pelo que andei pesquisando, tem 40 ou 50% do passe pertencente ao Fluminense, que o adquiriu junto ao São Bernardo-SP, terá o contrato encerrado em meados do próximo ano com o Fluminense, e o contrato de empréstimo com o Bahia, no início de janeiro. Tomara que fique. No prêmio Bola de Prata, ele figura em 3º lugar como primeiro volante, e Renê em quinto lugar, como segundo volante.

E depois dizem que o presidente Marcelo Sant’Ana não entende nada de futebol… Observe que temos uma das folhas salariais mais baixas, mas somos o único clube do Nordeste a possuir 2 atletas na briga pelo prêmio Bola de Prata. Estranhei a ausência de Jean entre os 5 goleiros melhor ranqueados.

 

Ramon Santos, torcedor do Bahia e amigo do Futebol Bahiano.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*