Arbitro gaúcho completa 100 jogos no Brasileiro da Série A

O árbitro Anderson Daronco não conta com a simpatia de algumas das importantes torcidas do Brasil, inclusive do torcedor do Bahia que até hoje lembra da péssima arbitragem do gaúcho na decisão do Campeonato Baiano em 2016. Ainda ontem, o presidente da Ponte Preta Vanderlei Pereira, saiu largando cobras e lagartos contra o juiz que segundo ele, prejudicou a Ponte Preta do duelo contra o Fluminense, com a expulsão injustiçada do volante Naldo.

No entanto, no próprio jogo reclamado, Anderson Daronco completou 100 jogos no Campeonato Brasileiro da Série A. Em entrevista no site oficial da CBF, ele considerou no um momento crucial e também um verdadeiro acaso, já que o primeiro contato com a arbitragem mudou o rumo de sua carreira. Daronco, hoje, é árbitro FIFA, credenciado para atuar em qualquer jogo de futebol do planeta.

– Foi uma espécie de amor à primeira vista. Me identifiquei com a atividade e recebi muito apoio pra seguir e alcançar essa marca histórica. Antes das partidas, há todo um estudo das equipes, análise da situação e preparação ao lado de toda a equipe de árbitros assistentes – afirmou.

Aos 36 anos, Anderson já trabalhou em 19 jogos do Brasileirão desta temporada, além dos campeonatos estaduais, internacionais e as Eliminatórias da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018. Conhecido pelo porte físico privilegiado, ele agradece a quem confiou em sua competência e lembra dos companheiros de gramado.

– Prefiro não citar todos os nomes para não esquecer de ninguém, mas falei, pessoalmente, com todos. Aproveito para agradecer aos assistentes, sem os quais o trabalho do árbitro seria muito mais complicado – concluiu.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*