Vitória encara o Sport-PE pensando no G-7 do Brasileirão

Depois do triunfo fantástico sobre o Botafogo fora de casa na rodada passada, o Esporte Clube Vitória retorna ao estádio Manoel Barradas, palco onde acumula vexames e mais vexames na temporada 2017, principalmente nos últimos jogos. Se o aproveitamento como visitante é excelente, como mandante é pífio e assustador.

Mas nada que não possa ser resolvido, e nessa quinta-feira terá mais uma chance de se redimir e fazer as pazes com o seu torcedor quando encara o Sport-PE, às 17h, com expectativa de bom público no Barradão, aliás, como já dito por aqui pelo mestre Dalmo Carrera: “Se o Vitória não colocar mais de 20 mil no Barradão hoje de tarde em jogo com o horário aceitável, num feriado e com previsão de tempo bom, e o time vindo em plena recuperação encarando um adversário em pleno declínio, o Leão precisará repensar se de fato tem torcida.”

O triunfo não apenas distancia ainda mais o Leão da zona perigosa da tabela, como aproxima do G-7, que pode virar G-8 ou G-9, à depender do desfecho da Libertadores e Sul-Americana. Em 11º com 32 pontos, o Vitória está há 7 pontos do Flamengo, atual 7º colocado. Mas o cenário ainda não é de calmaria, afinal de contas, mesmo sentado numa cadeira digamos confortável, a distância para a ZONA é de apenas 2 pontos e justamente o primeiro clube integrante do Z-4 é o Sport-PE, adversário desta quinta-feira.

ESCALAÇÃO:
Sem mistério ou lero-lero! Ainda sem Kanu, Willian Farias e Kieza, o técnico Vagner Mancini não escondeu o jogo confirmou o time do Vitória que vai à campo com: Caíque; Caíque Sá, Ramon, Wallace e Juninho; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Yago e Neilton; David e Santiago Tréllez.