A situação do futebol nordestino nesse final de 2017 se torna cinzenta

"É tempo dos nossos clubes discutirem com seriedade e corrigirem os rumos que levam o nosso futebol a tal estado de decadência, ou no mínimo, de fortes incertezas"

A situação do futebol nordestino nesse final de 2017 se torna cinzenta: O Vitória afundado na zona de rebaixamento desde as primeiras rodadas, demonstra grande dificuldade em reagir, mergulhando para a vice-lanterna do campeonato. A esperança é que na campanha, considerando apenas a pontuação do returno, sustenta o 13º lugar; O Sport de Recife, após crise interna, encontra-se com o antigo auxiliar técnico no comando, se é que existe um… O momento é tão infeliz, que o time no segundo turno inteiro, conquistou apenas 7 pontos, e flerta seriamente com o rebaixamento.

O Bahia, com uma campanha que não o livra do rebaixamento, corre o risco, de a qualquer momento, reunir 2 ou 3 revezes e mergulhar no inferno; Na série B, enquanto o Ceará se sustenta na zona de acesso à Série A, o Santa Cruz e o Náutico estão mergulhados no Z4 e faltando apenas 6 rodadas para terminar o campeonato, os dois times se encontram em um clássico, sendo que o melhor colocado entre eles, precisa somar 7 pontos para superar o primeiro time fora da zona de rebaixamento.

A outra boa notícia também chega de terras cearenses, e é justamente o acesso do Fortaleza à Série B do próximo ano. Em suma, se o pior acontecer, poderemos ter em 2018, o Nordestão da Depressão. É tempo dos nossos clubes discutirem com seriedade e corrigirem os rumos que levam o nosso futebol a tal estado de decadência, ou no mínimo, de fortes incertezas.

Ramon Santos, torcedor do Bahia e amigo do Futebol Bahiano.

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. סקס ליווי

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*