Juiz diz ter sido chamado de safado e Preto pode ser punido

Devido a expulsão diante do Cruzeiro, no último domingo, o técnico Preto Casagrande pode pegar um gancho pesado de até SEIS partidas. O treinador foi mandado para o vestiário aos seis minutos do segundo tempo por reclamar de pênalti assinalado a favor da equipe mineira. Na súmula do jogo, Wagner Reway registrou a expulsão e relatou que Preto teria gesticulado de forma ofensiva e teria chamado o árbitro de “safado”:

“Expulsei do banco de reservas, aos 06 (seis) minutos do segundo (2º) tempo, o sr. Carlos Eduardo Casagrande, treinador da equipe do Esporte Clube Bahia, por gesticular de forma ofensiva contra a decisão da arbitragem e ao mesmo tempo dizer contra mim: “Safado, safado, safado”. Essas ações e palavras foram informadas a mim pelo quarto árbitro”

PUNIÇÃO:

Preto pode ser denunciado e enquadrado no artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que trata de “ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto”. O CBJD prevê como punição multa de R$ 100 a R$ 100 mil, além de suspensão de quatro a seis jogos, já que a ofensa teria sido praticada contra o árbitro da partida. 

Deixe seu comentário

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. handicap identification card
  2. 카지노먹튀검증
  3. 바카라사이트
  4. i99 casino

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*