Bahia encara o Botafogo no “Dia D” para Preto Casagrande

Lutando para abandonar de vez a zona de alta periculosidade e vivendo a expectativa pela manutenção (ou não) do ainda interino Preto Casagrande, que terá todos os holofotes direcionados para si no considerado “jogo da afirmação” que pode sacramentar a efetivação do ex-atleta como treinador, o Esporte Clube Bahia encara outro carioca neste domingo, às 16h, na Arena Fonte Nova, e após atropelar o Vasco (3×0) e derrubar mais um técnico na Série A, o Esquadrão bate testa com o Botafogo de Jair Ventura, revelação da nova safra de treinadores. Eliminado da Copa do Brasil, mas ainda vivo na Copa Libertadores, a equipe carioca que atualmente figura em 10º com 28 pontos vem com força máxima para a Bahia precisando dos 3 pontos para não correr o risco de descer outros degraus e encostar novamente no G-6.

E O ESQUADRÃO?

O Bahia, por sua vez, aparece na linha intermediária, em 13º colocado após ser ultrapassado pelo Vasco, dois pontos abaixo do Botafogo, há três passos do Z-4 e quatro do G-6. Uma derrota, devolve o tricolor para o grupo dos desesperados, porém, um triunfo esperado, necessário e obrigatório joga o Esquadrão para o alto, colocando e aumentando o sonho por uma vaga no G-6 que ao término do Campeonato pode se tornar G-7, G-8 ou até mesmo G-9 à depender do desenrolar das Copas que dão vaga para Taça Libertadores, casos da Copa do Brasil e Sul-Americana, além da própria Libertadores.

Sem novidades ou surpresas, o Bahia está confirmado para encarar o Botafogo com uma equipe que eu considero IDEAL, do goleiro ao atacante. Novamente com Capixaba na lateral-esquerda, o tricolor deve ser montado com: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Edson e Renê Júnior; Régis, Zé Rafael e Mendoza; Rodrigão.     

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*