Arbitragem para ECPP x Bahia causa revolta em Conquista

A escalação do arbitro Jailson Macedo de Freitas para comandar a partida entre ECPP e Bahia no próximo Domingo pela sétima rodada do Campeonato Baiano desagradou profundamente a direção do time conquistense. Segundo o site oficial do Vitória da Conquista a escolha do arbitro causou revolta da torcida, manifestada em dezenas de posts nas redes sociais.

De acordo o presidente do time alviverde, Ederlane Amorim: a escalão no mínimo e um absurdo. “Trata-se de um árbitro que não é bem vindo em Vitória da Conquista, que todas as vezes que jogamos contra o Bahia, a maioria dessas partidas com lances polêmicos e sempre nos prejudicando” O episódio da final eu atribuo 50% do resultado à arbitragem desastrosa dele e é um árbitro vetado aqui pelo nosso clube mas que infelizmente foi escalado novamente”.

Amorim demonstra preocupação com a presença deste senhor na cidade, já que “ele não vai ser bem vindo aqui nem pela imprensa, nem pelo clube, muito menos pelos torcedores, podendo causar um mau estar na partida. Sabemos o que significa a arbitragem nas partidas de futebol e todas as vezes que jogamos pela Bahia ele nos prejudica”.

” Esse cidadão não será bem vindo, não aceitamos isso, mas infelizmente não podemos fazer mais nada já que a escala foi divulgada. Eu me lembro que na final de 2015 nós pedimos arbitragem de fora e a Federação não aceitou e em 2016 como a final foi BA VI os árbitros das duas partidas vieram de fora. É um critério que acaba não sendo para todos. Nos preocupa muito a escalação deste senhor e isso já nos preocupa muito”, finalizou.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*