Argel Fucks nega “gosto especial” em triunfo

O técnico Argel Fucks começou sua caminhada com o pé direito. Venceu justamente na estréia fora de casa, tarefa que o técnico anterior só foi capaz uma única vez em vários jogos. Depois da partida, o técnico rubro-negro precisou responder acerca da passagem pelo Internacional que do próprio jogo na condição de técnico do Vitória.


“Trabalhei um ano aqui, conquistei dois títulos. Marcamos história com um trabalho de um ano inteiro. Sabíamos das dificuldades, mas não teve gosto especial. Há um respeito muito grande. Conhecemos o adversário e ele nos conhece muito bem, também”, explicou o técnico.

“Não cabe a mim responder sobre o Internacional, respondo pelo Vitória. Tenho um carinho pelo Inter, trabalhei um ano aqui, mas espero que valorizem agora nosso trabalho. É muito difícil ser campeão. Espero que coloquem a mão na consciência para saber como é difícil ganhar, permanecer um ano no clube. Não posso responder se o Internacional irá ou não cair. Minha responsabilidade não é sobre o Inter, mas sobre o Vitória”, disse.


“É engraçado. Saímos do Internacional deixando o time com seis vitórias. Dois técnicos passaram e o Inter hoje tem sete”, argumentou. “O técnico vive de resultados. Perdemos quatro jogos no comando do Inter, em cinco jogos. Em seguida, aconteceu. Fui muito bem tratado no Inter. Não tenho dúvida nenhuma, quem sabe daqui a uns anos eu não possa voltar. Marquei história no clube, treinador vive de título, não de campanhas”, finalizou.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*