Série B 2016: Nenê faz hat-trick e Zé Roberto lava a alma

A 1ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B começou na sexta-feira com três jogos, destaque para o triunfo de 3 a 1 do Vila Nova de Goiás em cima do Bragantino. Nos demais jogos nenhuma anormalidade no placar. Oeste continua sendo saco de pancada e foi derrotado pelo Atlético-GO e no último confronto ainda na sexta, o Goiás, apontado por todos como favorito para conquistar uma das quatro vagas, não jogou absolutamente nada, mas venceu com um gol no fim o Tupi do técnico Ricardo Drubscky por 1 a 0, gol do atacante Cléo e garantiu os três pontos na estreia. 

Já no sábado, o Vasco mostrou que entrou na Série B com cara de aborrecido com sua condição de time tipo B.  Desembarcou em São Luis do Maranhão e sem qualquer respeito, soltou a madeira no Sampaio Corrêa e venceu por 4 a 0 no Estádio Castelão, um placar inesperado, afinal o Vasco não tem esse time todo e é carregado nas costas pelo craque Nenê. O CRB sempre esforçado começou bem, se  aproveitou do Estádio do Café e venceu o novato Londrina pelo placar de 1 a 0. Outro novato que se deu bem foi o Brasil de Pelotas que venceu o Paraná pelo placar de 2 a 0. Já o Náutico, aquele de sempre, promete e raras são as vezes cumpre, esteve em Santa Catarina e perdeu para o Criciúma pelo placar de 1 a 0, enquanto isto, lá na terra do Padre Cícero, o Ceará dá sinais que vai sofrer como no ano passado, já que não passou de um empate com o Paysandu em 2 a 2. 

Nos jogos das 21 horas, o Bahia fez aquele feijão com arroz de sempre e, jogando na Arena Fonte Nova, brincou de perder gols, chegou a abrir 2 a 0 pra cima do Avaí com 10 homens desde os 18 minutos do primeiro tempo, mas com o jogo na mão quase se complicou sendo vazado já no apagar das luzes após desatenção da defesa, dando números finais ao baba, 2 a 1 e três pontos na conta, destaque para o contestado Zé Roberto que levou a alma e foi o responsável pelos dois gols do tricolor, um deles uma pintura. Enquanto isso, lá no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT), Luverdense e Joinville ficaram no empate em 1 a 1 em jogo morno e com gols somente na segunda etapa.

O menor público foi registrado no jogo entre Oeste e Atlético-GO, com míseros 88 meliantes no estádio Silvio Salles, enquanto o maior ficou por conta do confronto entre Sampaio Corrêa e Vasco da Gama com 28.927 pagantes para uma renda de R$ 869.630,00 no Castelão(MA). O “prêmio” de artilheiro e destaque da rodada vai para o meia Nenê, autor de três gols no massacre do Vasco sobre o Sampaio Corrêa por 4 a 0 em confronto que também marcou o placar mais elástico da 1ª rodada. Felipe Garcia (Brasil de Pelotas), Zé Roberto (Bahia) e Robston (Atlético-GO) marcaram dois gols cada nos triunfos dos seus respectivos times. A rodada não contabilizou nenhuma marcação de pênalti. Tivemos apenas 2 empates nas 10 partidas, 4 times venceram fora de seus domínios e 4 fizeram o dever de casa assegurando os três pontos na estreia da Série B. 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*