Torcida Bamor se defende lasca o verbo e acusa imprensa

A Torcida Organizada Bamor, vem por meio deste, registrar nosso repúdio a mais uma tentativa de manipulação e difamação da torcida através da imprensa local. Essa é mais uma forma de criminalizar a torcida e colaborar com ódio vindo de setores sociais interessados no embranquecimento

e higienização social das arquibancadas.

Estamos cansados de responder a constantes manipulações daqueles que usam do espaço de diário no rádio e na tv para nos colocar como inimigos do Esporte Clube Bahia. Somos torcedores do Bahia como qualquer outro e sempre vamos exigir um time que esteja de acordo com a grandeza do esquadrão.

Veja a nota na íntegra

No último sábado de maneira diplomática conversamos com o Presidente Marcelo S’Antana na saída do Estádio Metropolitano de Pituaçu. Em nenhum momento houve qualquer ato intimidatório ou violento. O próprio Presidente pediu para definirmos uma data para uma reunião com a diretória do clube, reconhecendo nosso interesse no diálogo. Como estávamos no meio da pista, quatro policiais nos pediram gentilmente para liberar a passagem por conta dos outros carros, foi apenas isso que aconteceu.

A mídia interessada em desestabilizar o ambiente interno do clube criou um verdadeiro estardalhaço com uma conversa informal. Chama atenção ainda, o fato de parte da torcida comprar o discurso daqueles que historicamente se beneficiaram da crise para vender mais notícia através de seus factóides.

Gostaríamos de deixar claro que não queremos nada do Bahia. A Bamor Nova Era não precisa do Bahia para se manter. Pagamos nossas contas sem um centavo do clube ou de qualquer pessoa ligada à diretória e, será sempre assim, pois primamos pela independência para nos mantermos críticos e conscientes de nosso papel.

Se no passado, outras gestões da torcida receberam ingresso de direções que passaram pelo clube, isto não nos diz respeito. Não podemos pagar por acordos fechados no passado e desde que assumimos a torcida nos mantemos independentes, sobrevivendo das contribuições de nossos filiados.

Continuaremos resistindo a todas as acusações baseadas na mentira e difamação. Não basta inserir o futebol no mundo das mercadorias de alto valor agregado, é preciso incorporar o seu entorno, a custa da destruição daqueles que se levantam contra o senso comum e a lógica definida pelos poderosos. Antes que nos esqueçamos, jamais nos calarão.

TORCIDA ORGANIZADA BAMOR

DESDE 1978 – NINGUÉM NOS VENCE EM VIBRAÇÃO!

Deixe seu comentário

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. ottawa law firm
  2. tu es la seule
  3. chromium metal

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*