BA-VI: Bahia defende a HEGEMONIA e o Vitória o TABU

No próximo domingo (1º), Bahia e Vitória voltam a decidir uma edição de Campeonato Baiano depois de dois anos. Na última, em 2014, o Tricolor levou a melhor ao vencer o jogo de ida em 2 a 0 e empatar o de volta em 2 a 2.

O triunfo no primeiro confronto foi justamente o último do Esquadrão em BAVIs. Foi na tarde de um domingo, 6 de abril daquele ano(faz um tempinho), na Arena Fonte Nova. Anderson Talisca e Fahel foram os autores dos gols.

Ambos, porém, já não se encontram mais no Fazendão. Por sinal, daquele time que começou a partida como titular, o goleiro Marcelo Lomba é o único remanescente. No banco, o time também contava com o zagueiro Lucas Fonseca, hoje titular.

Desde então, o Bahia não conseguiu mais vencer seu maior rival. Foram sete BAVIs realizados, com quatro triunfos do Vitória e três empates(freguesia).

Os números dão ao Rubro-Negro o status de segunda maior invencibilidade da atualidade em clássicos no Brasil. O Leão perde apenas para o Vasco, que venceu seis e empatou três dos seus últimos nove dérbis com o Flamengo.

Na segunda colocação, o time do Barardão empata em números com o próprio Cruzmaltino, que já em relação ao Botafogo também conseguiu quatro vitórias e três empates nos últimos sete embates.

O clube vermelho e preto ainda deixa para trás rivalidades como Sport x Náutico, onde o Leão da Ilha ostenta cinco vitórias e um empate nos últimos seis clássicos; Coritiba x Atlético (PR), onde o Coxa leva a vantagem com quatro triunfos e um empate nos últimos cinco encontros; Sport x Santa Cruz, onde o Rubro-Negro pernambucano possui três vitórias e dois empates nos últimos cinco confrontos; e Palmeiras x Corinthians, onde o Verdão tem dois triunfos e dois empates nas quatro últimas partidas.

Agora, o Vitória terá a chance de aumentar a freguesia do rival na atualidade e ainda voltar a conquistar um título depois de três anos. O último foi justamente um estadual, em 2013, em cima do próprio Tricolor.

Já o Bahia tem a oportunidade de conquistar um tricampeonato baiano, fato que não acontece há 28 anos. As últimas três taças conquistadas seguidamente pelo esquadrão na competição foram nos anos de 1986, 1987 e 1988 (já faz um tempão).

Leão da Barra, torcedor do Vitória e amigo do Blog. 

Deixe seu comentário