Bahia com medo do Vitória é a piada do ano!

O jogo de hoje do Bahia não contou a transmissão ao VIVO pela TV, por isto, tive de cair na asneiras de ouvir parte do jogo e alguns comentários ao final do jogo pelo rádio. De cara se notava que para tal proeza era preciso ter OUVIDO ESTILO PINICO FUNDO de tantas bobagens ditas aos gritos em uma clara perseguição sistemática, acho até pessoal, contra o presidente do Bahia por mostrar interesse legitimo e providencial no caso da documentação do jogador Victor Ramos do Vitória que entrou em pauta desde ontem.

A alegação era que o Bahia TINHA MEDO e que não poderia se envolver com os assunto do Vitória e coisa e tal num discurso completamente VAGABUNDO, já que o Bahia tem 5 pontos acima do Vitória e caminha bem ou mal em direção ao tricampeonato. Medo do Vitória? Piada? Conversa de bebo? De maluco.? Cheiraram a cola. Comeram a lata e lamberam a tampa?Ou o projeto era apenas jogar
aquela parte da torcida de cabeça de vento contra o presidente que
provavelmente contrariou algum interesses.?

Quanto ao interesse do Bahia acerca do assunto Victor Ramos, o presidente do Bahia acerta. Faria o mesmo, até um pouco mais.  Tem sim de buscar informações e colaborar com o Flamengo de Guanambi no que precisar para dirimir qualquer dúvida. Não é do interesse do clube aceitar a possibilidade de ir para uma final de Campeonato contra um adversário que PODE ter obtido a classificação de forma irregular. O Bahia é terceiro interessado, como tal deve acionar seu departamento jurídicos para tudo que for necessário goste ou não, arranque as calçolas pela cabeça ou não, os homens do rádio com suas presepadas.

Depois do jogo, o presidente do Bahia em entrevista coletiva afirmou que assunto influencia nas 12 equipes que disputam o campeonato, porque os 12 são submetidos ao mesmo regulamento..

“Acredito que, caso confirmado essa punição, é uma perda técnica, porque o Vitória é uma equipe de qualidade. Para mim, como integrante da Liga do Nordeste, também é uma perda, porque ficaria fora da Copa do Nordeste do próximo ano, e isso é ruim. Na nossa leitura, houve um descumprimento da regra, porque trata de uma transferência internacional. A transferência se dá entre o clube cedente e cessionário. O cedente é o Monterrey, e o cessionário é o Vitória”

“Para mim, é muito claro. O CTI é um registro de transferência internacional. Só existe quando a transferência é internacional, senão não teria essa discussão. Quando é transferência nacional, não tem esses trâmites. Regulamento diz que em caso de transferência internacional, o nome do atleta teria que constar no BID até o dia 16. Victor Ramos consta do dia 18. Para mim, é uma situação clara. Alguns clubes do interior entraram em contato comigo, para ver se eu tinha a mesma leitura. Por mais que possa prejudicar a competição, eu acredito que a gente tem que defender as leis, acredito na FBF e acredito também na Procuradoria – avaliou o dirigente.”


– A própria Procuradoria pode entrar de ofício, porque é público e notório. Vamos aguardar. Flamengo é o interessado direto. Os outros, são terceiros interessados. Procuradoria pode se posicionar, porque é um assunto público. Vamos aguardar a posição desses órgãos para decidir o que vamos fazer – explicou Marcelo Sant’Ana.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*