O tedioso campeonato baiano de Ednaldo

O mini-campeonato baiano insosso de Ednaldo e cia. começou para mim. Senti um imenso tédio,  típico sentimento burguês que vê espetáculos tristes, bisonhos, desmotivados, mas que sente uma impotência enorme para provocar uma revolução completa nessa zorra ultrapassada (mini-campeonato baiano) que me arvoro a comentar numa manhã de segunda-feira também tediosa. O Bahia agora jogará só daqui a 10 dias, campeonato baiano é típico torneio de zorra nenhuma para encher o saco do torcedor mais exigente.

O adversário sem estádio para jogar, com um elenco fraco, chegou até a me comover ao fazer o primeiro gol, mas logo o Esquadrão de Aço mostrou qual a razão de um campeonato baiano: times que jogam entre si para ver quem disputa a final contra o Bahia. Meu tricolor que carece ainda de zagueiros e um dia espera que seu time tenha zagueiros como um dia tivemos: Sapatão e Estavan Soares, por exemplo. A presença de um xerife (posto deixado por Titi) deveria ser prioridade do Bahia e sua diretoria parece que prefere fazer vistas grossas a um problema que começou desde a contusão de Ávine. 

Parece até carma, pois ultrapassa 3 presidentes o problema defensivo do Bahia.Temos quase sempre ataques muito bons, com meios de campo razoáveis, e hoje um goleiro de série “A”, porém falhamos em não resolver logo laterais (virou até neurose na torcida). Temos metade de um
time, do meio para frente, e esse bicho, semi-deus de outro planeta,
super-herói de Cripton, não tem pernas para se defender, como um bicho
mutilado. Esses times do Bahia sempre desequilibrados provocam-me rancor também. Uma ira santa de quem um problema crônico: nossa zaga e laterais.

Meu time que jogará em Miami, viu! Os abestados rubro-negros também poderão ver em Miami o Bahia jogar dia 20 com um daqueles times dos EUA que tem torcidas parecidas com plateia de auditório de televisão e rádio, quando aparece a placa eles vibram. Acho que eles, americanos, não sabem jogar bola e assistir futebol, não conseguem ficar sentado um tempo inteiro para assistir uma partida. Essa ´partida parece legar para colocar o Bahia internacionalmente como time que disputou três Libertadores.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*