“A torcida do Vitória foi fundamental”, diz Fernando Miguel

Se tem uma posição em que o Vitória está bem servido e sem problemas é debaixo das traves. Tanto Gatito Fernandez quanto Fernando Miguel tem totais condições de vestir a camisa 1 rubro-negra tranquilamente sem sustos para o torcedor, isso na minha opinião. Quando foram exigidos, ambos mostraram competência, detalhe que faltou aos jogadores do Bahia. 

Fernando Miguel, que mesmo terminando o ano como reserva de Gatito após após a lesão foi aprovado e teve o contrato renovado até 2017, projeta uma grande temporada com o Vitória na disputa da Série A do Campeonato Brasileiro em 2016. O goleiro concedeu entrevista ao Galáticos, onde avaliou os erros e acertos, a guerra política que se instalou no clube e os objetivos com a camisa rubro-negra.

Confira a entrevista completa:

Qual avaliação você faz deste ano do clube?

“Apesar de ter iniciado com alguns insucessos, terminou com o principal objetivo alcançado: o acesso para a primeira divisão. Foi um ano de volta por cima de todos no clube. No final fomos abençoados com a vaga na primeira divisão. Tudo que aconteceu no primeiro semestre serviu como aprendizado mesmo.”

O que foi feito de forma correta que deve ser mantido para 2016?

“Acredito que a escolha do elenco e a organização do clube. Os jogadores que estavam neste elenco tiveram comprometimento com o clube e se empenharam para levar o Vitória para a primeira divisão. Graças a deus isso foi possível. Temos que manter isso para 2016.”

Como você avalia o seu desempenho no clube neste ano?

“Acredito que tive uma regularidade importante. Iniciei o ano desacreditado por muitos, mas trabalhei e busquei meu lugar com muita dedicação e comprometimento. Não me abalei por nada. E quando estava vivendo meu melhor momento, tive a lesão, mas não desanimei. Foi um ano inesquecível para mim.”

O que projeta para 2016?

“Fazer uma ótima temporada com o Vitória. Conquistar o estadual e realizar uma grande Série A no clube. Tenho certeza que a diretoria vai montar um elenco forte para brigarmos por títulos em 2016.”

Gostaria de permanecer no clube por muitos anos?

“Claro que sim. O Vitória me acolheu e vem sendo muito especial para minha carreira. Espero fazer por merecer o carinho dessa torcida, que tanto me apoia sempre. Quero ter meu nome marcado na história do clube. Vou trabalhar muito para isso.”

Qual seu principal objetivo dentro do clube?

“Ajudar o Vitória a ser cada dia mais forte. Quem joga em um clube como o Vitória tem que pensar em coisas grandes. Comigo não é diferente.”

Pensa em se tornar um ídolo do clube?

“Sem dúvida, mas tenho que trabalhar muito para que isso seja possível. O Vitória tem grandes ídolos em sua história e se eu chegar perto deles já está ótimo. É o mínimo que posso fazer para este clube que tanto carinho tem me dado.”

Quando ocorrem disputas políticas dentro do clube, você se interessa ou deixa isso para os dirigentes?

“Procuro não me meter. Temos que saber o nosso lugar. O meu é dentro de campo ajudando a equipe.”

O que acha da torcida do Vitória?

“A torcida do Vitória foi fundamental para o acesso este ano. Acreditou e deu força a nossa equipe em todos os momentos. O torcedor do Vitória cobra bastante e está certo em fazer isso, até porque ele sabe que o clube pode chegar longe em todas as competições de disputar.”

Deixe uma mensagem para a torcida visando 2016.

“Quero pedir ao torcedor que compareça sempre para nos ajudar. Precisamos de vocês e queremos o apoio de todos em 2016.”

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*