Serrano x Vitória: Leão em busca do 1ª triunfo

Poupado do treinamento na sexta-feira, o volante José Welison participou da atividade técnica, na manhã deste sábado, no Barradão e vai para o jogo.


O atacante Werllington, que sofreu uma leve torção no tornozelo, também treinou e viaja. O mesmo ocorrerá com o meia Mauri, que ficou de fora do treino técnico, por ter que fazer uma radiografia no nariz. A previsão do médico Luís Filipe Fernandes foi confirmada: o jogador não tem lesão e viaja também com o grupo, às 12h50.

Mas o treinador Ricardo Drubscky sofreu uma baixa de última hora: o meia argentino Escudero. Reclamando de dores na parte posterior da coxa direita, ele foi vetado pelo Dr. Luís Filipe.

“Durante a semana o atleta já referiu alguns pontos de dor ao longo da coxa direita e após o treino de ontem  (sexta-feira) ele sentiu a coxa um pouco pesada.Foi feita a dosagem de CK e também deu um valor um pouco elevado para o que normalmente dá e o departamento médico preferiu deixar o jogador em repouso e em tratamento durante sábado e domingo como uma forma de prevenir uma lesão”, explicou o médico.

E o substituto? “Vai ser um jogador do Vitória…”, respondeu o treinador. A definição sairá somente no hotel durante a preleção antes da saída para o estádio.

“Ele (Escudero) já seria um jogador que ficaria fora deste jogo. Eu contaria com ele na viagem. Após o jogo de domingo, ele na treinou segunda e terça e foi para o jogo de quarta sem treino. Já se apresentou na quinta e sexta com problemas e então já tinha tomado a iniciativa de levar o Jorge Wagner para esse jogo e o Escudero para o jogo seguinte. Temos que começar o ano com ele de uma maneira alternada e criteriosa. Ele foi  um jogador que o ano passado muito difícil”, disse o técnico.

Drubscky decidiu não relacionar outro jogador para completar os 20 e a delegação, portanto, segue com 19.

No treinamento deste sábado, Drubscky procurou estimular as jogadas de gols, com quatro balizas e quatro goleiros, exigindo toque de bola, deslocamento e velocidade dos jogadores.

“Foi um treinamento tático de pouca intensidade. A gente treinou a concepção de gols”, explicou Drubscky, que deu 22 minutos de tático e após a maioria dos jogadores cobrou faltas.

O Vitória está pronto, mas indefinido para seu segundo compromisso no Campeonato Baiano, diante do Serrano, na tarde deste domingo, no Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*