Ministério público de SP investiga queda da Portuguesa

O Ministério Público de São Paulo abriu uma investigação sobre o rebaixamento da Portuguesa – decretado em primeira instância na semana passada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. A Lusa recorreu da decisão e seu recurso será julgado na próxima sexta-feira pelo Pleno do STJD. O objetivo da Promotoria de Direito do Consumidor é apurar se houve o emprego de algum artifício para alteração de um resultado de campo – e se isso resultou em algum dano para o torcedor. 

O Ministério Público pretende investigar porque a Portuguesa alega não ter sido avisada pelo advogado Osvaldo Sestário Filho da suspensão de Héverton, e também os critérios que levaram o STJD a condenar o clube paulista em primeira instância.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*