Desempenho Nordestino no Campeonato Brasileiro

Estamos na última semana do calendário Brasileiro de futebol de 2013 e , faltando apenas 1 rodada para o final da série A, podemos fazer uma avaliação do desempenho nordestino na mais importante competição nacional.

Na série D, que tem um formato regionalizado e praticamente as vagas de acesso são disputadas entre os clubes do norte-nordeste (2 vagas), e entre os clubes da outras regiões (outras 2 vagas), tivemos dois nordestinos subindo para a série C, com destaque para o Botafogo da Paraíba, que conquistou o título batendo o Juventude na final (o outro nordestino que subiu foi o Salgueiro).

Não existe rebaixamento da série D, já que as vagas são definidas nos torneios estaduais, junto com os rebaixados na série C do ano anterior.

Na série C do Campeonato Brasileiro, que também em sua primeira fase tem os clubes separados por região, teve um nordestino rebaixado (Baraúnas), no entanto tivemos 2 nordestinos ascendendo à série B, e fazendo a grande final da competição. Quem ficou na melhor foi o Santa Cruz, que se sagrou campeão, vencendo no último jogo o Sampaio Correa por 2 a 1.


Na Segundona, a série B, tivemos um nordestino rebaixado na lanterna da competição (o ASA de Arapiraca), e um grande nordestino, o Sport, retornando ao grupo de elite com uma rodada de antecedência. O Icasa e o Ceará recebem menção honrosa por terem chegado na última rodada da competição com chances de passar para a primeira divisão, mas justamente na final decepcionaram, principalmente o Ceará que com uma simples vitória alcançaria o objetivo, mas foi goleado por 3 a 0 diante de sua torcida.

Já na divisão de elite do Brasileirão, considerado por muitos como o campeonato mais disputado do planeta, o grande destaque foi o Vitória, que chega na última rodada com chances de conquistar uma vaga na Libertadores. Mais que isso, tem apresentado na segunda metade da competição um futebol de excelente nível, que se tivesse desde o início estaria disputando certamente uma posição de maior destaque ainda.

Por outro lado, a grande decepção da região foi o Náutico, que deve conseguir um feito quase impensável, o de registrar a pior campanha de todos os anos dos pontos corridos, com apenas 17 pontos, “superando” o América RN em 2007. Pior do que isso é ter desistido na metade da competição, podendo chegar a uma sequncia de 13 derrotas consecutivas, provável recorde negativo da história do futebol nacional.

O outro nordestino da região, o Bahia, conseguiu se livrar pelo terceiro ano seguido do rebaixamento, fato comemorado com bastante alegria por sua torcida.

No quesito presença de público o nordeste teve um bom destaque, com 7 clubes entre as 16 maiores médias entre todas as 4 divisões do campeonato Brasileiro. O clube que se sobressaiu foi o Santa Cruz, que levou em média mais de 26 mil torcedores por jogo, seguido do Sampaio Correa com quase 20 mil pessoas. Compõe a lista o Bahia, Sport, Vitória, Ceará e Fortaleza.

No geral, por tanto, o nordeste teve 5 times ascendendo de divisão, 3 caindo para divisões inferiores, os títulos da série C e D e públicos de destaque de seus principais clubes.

Com esse retrospecto positivo de 2013, e com o segundo ano do retorno da Copa do Nordeste, é que fica a grande expectativa do torneio regional, prometendo ser de grande rivalidade e crescimento para os clubes da região. 

Viva o futebol nordestino!

Victor Hugo 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*