Nacional-COL vence o Bahia nos pênaltis

O Esporte Clube Bahia jogou sua sorte hoje à noite, na Arena Fonte Nova, quando enfrentou o Atlético Nacional da Colômbia pelo jogo de volta da terceira fase da Copa Sul-Americana, precisando vencer por diferença de dois gols e para, desta forma, continuar no sonho de avançar na competição para enfrentar o São Paulo, que ontem resolveu seu problema, ao vencer o Universidad Católica do Chile por 4 a 3 e aguardava o desfecho do duelo da Arena Fonte Nova.

E o desfecho foi sofrido para a torcida tricolor de aço, que assistiu seu time vencer o jogo no tempo regularmente por 1 x 0, resistir bravamente todo o segundo tempo, quando foi salvo com uma ótima atuação do goleiro Marcelo Lomba e depois de 90 minutos tenso, teve que presenciar a solução do classificado através das cobranças das penalidades máximas. 

Mas para tristeza da torcida tricolor, o Bahia não foi eficiente e acabou sendo derrotado  por  4 x 3 e o tricolor fica pelo caminho, enquanto os colombianos avançam na competição e se credenciam para enfrentar o São Paulo na próxima fase.

No primeiro tempo, o Bahia surpreendeu logo de cara, quando Hélder aproveita um vacilo do capitão Mejía, rouba a bola e chuta rasteiro no canto, fazendo um 1 x 0, eliminando em 5 minutos, a vantagem do adversário, fato que poderia facilitar o desafio de ultrapassar os colombianos que chegaram a Salvador, precedidos de elogios de toda ordem e de todo o tipo, quase beirando a casa do invencível e o gol de Hélder mostrou que era possível vencer, ainda que no decorrer do restante do primeiro tempo completamente equilibrado e com poucas chances de gols, mostraram que as dificuldades seriam enormes.

No segundo tempo, os colombianos vieram com tudo impondo um ritmo forte, dando um calor danado, mas sempre barrados pela defesa tricolor, quando não, por boas defesas do goleiro Marcelo Lomba, que hoje pareceu, desde o primeiro tempo, que estava no seu dia. 

O Bahia, sem Fernandão e com dupla de atacantes, ambos claramente fora de ritmo no segundo tempo, pouco incomodou e muito resistiu e seu mérito maior foi levar a decisão para as cobranças de pênaltis, que não deixa de ser um triunfo, diante do tão cantado e decantado poderio colombiano que estava invicto já por 9 jogos

Em alguns momentos, confira todos os detalhes da partida e, logo após, o vídeo com os melhores momentos e toda movimentação pós-jogo de Bahia x Nacional-COL Cruzeiro, partida que valeu pelo jogo de volta da terceira fase da Copa Sul-Americana, edição 2013.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*