Bahia 2 x 2 Criciúma: William Barbio o melhor

O Bahia ainda que tenha arrancado um empate após está perdendo por 2 x 0, não merece qualquer aplauso, a superação e o ponto conquistado, não abranda ou pode esconder o resultado péssimo e as consequências na tabela de pontuação, senão agora, em um futuro bem próximo.  E neste jogo, ficou claro que Cristóvão Borges, continua tirando leite de pedra e o Bahia hoje mais que nunca, mostrou que o time de fato precisa de reforços para não impor hoje, o mesmo sofrimento que impôs nos anos anteriores.

Marcelo Lomba: Foi pouco acionado e não teve culpa nos gols – 7,0

Angulo: Perdido em campo, errou quase tudo – 2,0

Lucas Fonseca: Seguro em alguns lances e batendo cabeça em outros (como foi no segundo gol do tigre) – 5,5

Tite: Regular na marcação; tem que parar com essa ligação direta toda hora, não acerta uma. – 6,0

Raul: Não apoia, não acerta cruzamento, marcação razoável – 4,0

Feijão: Que não se espere dele algum passe em profundidade, às vezes se atrapalhando nas próprias pernas, porém bom na marcação – 6,0

Fabrício Lusa: Fez um jogo regular, subiu de produção no 2º tempo quando foi deslocado para lateral – 6,0

Hélder: Partida ruim; produziu pouco, perdeu uma boa chance ao dominar mal uma bola no 2º tempo – 5,0


Anderson Talisca: Foi anulado pela marcação do tigre e pouco fez para sair dessa situação. tem talento, mas é ainda é verde para ser titular – 4,0 

Fernandão: Errou quase todos os passes, inclusive aquele que resultou no segundo gol do tigre. Se redimiu sofrendo e convertendo o pênalti, mas novamente jogou mal. – 5,0

Walyson: Pouco fez a não ser cobrar escanteios. – 3,0

Obina: Se esforçou, mas se mostrou pesado, sem mobilidade; Fez o gol do empate – 5,5

Willian Barbio: Apesar de não ser nenhum craque, correu, tentou e foi um dos poucos, senão único, a dar trabalho à defesa do Criciúma. – 7,0

Jussandro: Entrou as teve pouco tempo para mostrar algo. Sem nota

CB: Não foi bem na estratégia de inicio, consegui tornar o time mais ofensivo no segundo tempo apesar da limitação técnica do elenco. – 5,5


Rafael Gerbase

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*