Bahia vacila e liderança vira apenas sonho

Pelo menos, por enquanto, o sonho de assumir a liderança do Campeonato
Brasileiro na noite deste sábado foi “ralo a baixo”.  Com um futebol
burocrático e excessivamente defensivo, o Bahia não conseguiu ameaçar a
meta do arqueiro da macaca e empatou, graças a noite inspirada do
goleiro Marcelo Lomba. 

Para um time que saiu para uma excursão de dois jogos longe de Salvador,
conquistar quatro pontos poderia agora estar sendo comemorado pela sua
torcida. Mas, na prática, o momento era propício para mais um triunfo, e a
Ponte Preta era um adversário que não parecia assustar tanto. Mas o
Bahia não conseguiu  “imprimir” o seu melhor futebol.  

Peças importantes como Marquinhos, Gabriel e Talisca não funcionaram,
pouco criaram e a bola não chegou limpa no ataque, em condições de
arremate. Nas poucas vezes que a bola sobrou na grande área, os
atacantes tricolores estiveram desatentos e não conseguiram concluir
para o fundo das redes. 

Se no ataque, os jogadores não funcionaram, na defesa foi fundamental a
atuação de jogadores como Fahel, Lucas Fonseca e Marcelo Lombar. Este
último, o grande nome do jogo, defendeu dois penaltis e garantiu o
empate, quando o resultado poderia ter sido pior. 

Fim de jogo e o Bahia vai ficar na quarta posição até o início dos jogos
deste domingo, podendo perder até quatro posições. Já na próxima rodada
vai enfrentar o Vitória, adversário que já o superou em três
oportunidades este ano, sendo duas goleadas históricas. 


Vinicius Sampaio

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*