Náutico 0 x 3 Vitória: Técnico Silas não explica

O técnico Silas chegou à coletiva num misto de angústia e revolta
pela maneira como o Náutico perdeu o jogo para o Vitória. O treinador,
sempre ético, não aponta nomes, admite sua parcela de culpa, mas,
declara ir até o fim no comando técnico. “Não largo o osso. Eu vou lutar
para que esse time tenha um padrão de jogo. A derrota dói, mas, peço
até o torcedor um pouco mais de paciência”. 

Silas disse ter
sentido falta de tudo o que foi conversado até a partida. “Tudo o que
conversamos aconteceu o contrário. Repito que no momento de construção o
ideal é ter o resultado para a semana não ficar tão pesada. Apostávamos
na força dos Aflitos, no momento histórico do clube e teoricamente esse
era um jogo que tínhamos que vencer”. 

Silas revelou que para
domingo não vai só esperar por mudança de postura. O treinador adiantou
que vai mexer em algumas peças. No entanto, ele quer mesmo um time de
operários brigando pela bola, como quem batalha por um prato de comida.
“Hoje faltou sangue nos olhos. Eu me refiro à agressividade, a
disposição para querer ganhar o jogo. Agora, quem tá acostumado com o
futebol vai dar a cara pra bater”. 

Silas agradeceu ao colegiado a
confiança na avaliação que será feita para que a diretoria siga um rumo
nas contratações. “Eu até agradeço a André Campos e a todo o colegiado.
Eu me incluo nessa avaliação até porque tenho minha parcela de culpa.
Cabe a mim achar soluções” finalizou.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*