O Esporte Clube Vitória na Série B 2012

Finalizado a segunda divisão de 2011, a obrigação dos clubes que não conseguiram o acesso, como o Esporte Clube Vitória, é começar a se preocupar com o 2012. Apesar de não termos a definição total dos adversários do torneio de acesso do ano que vem, já dá para fazer uma avaliação preliminar de quem o Rubro Negro vai enfrentar.

Dos 20 clubes que disputaram a série B em 2011, permanecem na luta do ano seguinte o Vitória, Bragantino, Boa, Americana, Barueri, ABC, Goiás, Guarani, Paraná, Criciúma, São Caetano e ASA.

Da série C subiram CRB, América RN, Joinvile e Ipatinga, que trocaram de lugar com o Icasa, Salgueiro, Vila Nova e Duque de Caxias. A princípio nenhuma substituição que assuste, apesar de um leve incremento do status dos clubes (América RN e Ipatinga estiveram na série A nos últimos 5 anos, apesar das passagens desastrosas).

Dos que subiram esse ano, podemos considerar todos os 4 como clubes de expressão do futebol Brasileiro (Portuguesa, Náutico Ponte Preta e Sport), apesar de não serem do primeiro escalão (o famoso G12). Os que tem retorno garantido para a segundona são o Avaí e o América MG, em tese menos expressivos do que os 4 que subiram.

Resta a definição das outras duas vagas na ultima rodada do Brasileirão. Atlético PR, Ceará e Cruzeiro disputam o último posto na elite em 2012, com os outros dois complementando a série B do ano que vem.

De uma forma geral, não deve haver mudanças substanciais na estrutura dos clubes que disputarão o acesso em 2012, principalmente se for o Cruzeiro que consiga escapar do rebaixamento. O Vitória, o Atlético PR (caso de fato seja rebaixado) e o Goiás, devem encabeçar a lista de favoritos ao acesso, mas certamente o Ceará (caso de fato seja rebaixado), o Criciúma, o Paraná, o Guarani, entre outros estarão na cola em busca da elite do futebol Nacional.

A série B de 2011 finalizou a apenas alguns dias, mas para quem quer um resultado positivo no ano que vem, a série B de 2012 já começou.

Victor Hugo

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*