Jogadores defendem René Simões

Ainda com o empate, a situação do Bahia, nem de longe, pode ser considerada como desesperadora, além disso, trata-se de um time montado dentro da competição (como o Bahia só soubesse da disputa na véspera do torneio), onde o técnico René Simões nunca consegue repetir o mesmo time no decorrer dos jogos, por diversos motivos, sendo o maior deles, as cláusulas contratuais de empréstimos de jogadores, quinta-feira próxima, por exemplo, Carlos Alberto desfalca o clube justamente por este motivo, e não se sabe se Reinaldo poderá enfrentar o Figueirense, no próximo confronto em Salvador, no próximo domingo.
Mandar o técnico e fazer coro com parte da torcida em um momento que o time ainda está vivo, para passar a régua e começar do zero, me parece uma medida inócua e imprudente. Os jogadores do Bahia, após o jogo, lamentaram a derrota e defendem o técnico René Simões, resta esperar que não seja tarde demais. Confira matéria do Terra que trás o posicionamento de alguns dos jogadores, ao final do empate de 0 x 0, entre Bahia e Coritiba.
Os jogadores do Bahia mostraram-se bastante abatidos após empatarem em 0 a 0 com o Coritiba, neste domingo, no estádio de Pituaçu. Na saída do gramado, os jogadores destacaram que a fase da equipe não é boa, mas que continuarão trabalhando para reverter tal situação.

Um dos jogadores que mais lamentou o resultado negativo foi Carlos Alberto, que não poderá atuar na próxima partida, contra o Vasco, por causa de motivos contratuais. Muito cansado ao término da partida, o meia disse não entender o motivo da equipe não estar conseguindo chegar ao gol.

“A equipe está buscando um padrão de jogo. Estamos jogando bem, mas a bola não está entrando. Agora, temos que procurar melhorar e descobrir o porquê isso está acontecendo. Infelizmente eu estou fora do jogo contra o Vasco por motivos contratuais. Fico chateado por não poder jogar, mas faz parte do combinado”, afirmou Carlos Alberto.

Já o zagueiro Titi, muito elogiado pela torcida devido à sua determinação em campo, estava desolado. O jogador defendeu o treinador René Simões das críticas e disse que o time está fazendo de tudo para conseguir uma vitória. Além disso, o atleta apontou as constantes mudanças nas escalações como um dos grandes motivos da campanha irregular do Bahia no Brasileiro.

“Eu trocaria tudo, todos esses elogios, todas essas boas partidas por uma vitória. Estamos trabalhando e o professor René está fazendo um bom trabalho à frente da nossa equipe. É difícil montar um time no meio do campeonato. Hoje tivemos a estreia do Fabinho e do Reinaldo, que são bons jogadores e estão chegando agora na nossa equipe, mas no próximo jogo, teremos mais três desfalques. Agora, o professor tem que quebrar a cabeça de novo para montar o time, enquanto nós vamos continuar trabalhando para os resultados positivos aparecerem”, destacou o zagueiro.

Em meio a tantas explicações, o lateral esquerdo Ávine foi o mais enfático sobre a situação do Bahia no campeonato. Sem vencer há cinco jogos, o jogador saiu muito irritado de campo e disparou contra a má fase da equipe. “A coisa aqui está brava mesmo”, alegou o atleta.

Deixe seu comentário

5 Trackbacks / Pingbacks

  1. scary maze
  2. 온라인 카지노 사이트
  3. http://34mag.pl/sens-03-2012-2476.php
  4. กู้ เงิน ด่วน นอก ระบบ
  5. i99sure

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*