No Barradão, quem manda ainda é o Leão?

Estádio BarradãoO Jornal da Metrópole, na edição impressa, publicado e distribuído gratuitamente todas as sexta-feira, faz um questionamento pertinente na véspera da estréia do clube na 2º divisão: No Barradão ainda quem manda é o Leão? Em seguida, o jornalista Pedro Sento Sé, lista os últimos e importantes fracassos do Leão jogando em seus domínios, sem mencionar as derrotas em sequência, jogando contra o Esporte Clube Bahia, no enfraquecido reduto rubro-negro – Confira.

Fim da era Barradão? Em 20 anos de história, o Barradão, além de ser o maior patrimônio do Vitória, era o seu jogador mais forte, o verdadeiro paredão, o camisa 10 com faixa de capitão no braço. Mas, após uma série de resultados negativos do Leão em sua toca, teria o Barradão perdido a força?

O estádio foi fundado em 11/11/1986 e, desde o Baiano de 1995, recebeu 12 finais de campeonato, com o Vitória sendo campeão em 10. Jogar na Toca do Leão virou sinônimo de derrota para os visitantes. “Antes o Vitória tinha uma cultura de perdedor, mas o Barradão passou a ser o seu diferencial”, avalia o comentarista da Rádio Metrópole Paulo Cerqueira.

Mas nas últimas três vezes em que o clube precisou do seu “jogador mais vital”, ele não correspondeu. Na final da Copa do Brasil de 2010 contra o Santos, o Barradão estava lotado. Após perder por 2 a 0 na Vila Belmiro, o Rubro-negro precisava do mesmo placar para ir para pênaltis em casa. Um gol de Edu Dracena deu o título ao alvinegro praiano. Depois, precisando apenas vencer o Atlético (GO) em uma disputa direta na briga para não cair, só empatou e foi direto para a Série B. E, por fim, dia 15/5, deixou o inédito pentacampeonato estadual escapar para o Bahia de Feira

A esperança é que na dura Série B, onde vencer em casa é indispensável, os adversários voltem a ser presas fáceis para Leão em sua toca. “Para isso o Vitória precisa ter um time competente”, conclui comentarista Paulo Cerqueira.

Mas o ex-presidente Paulo Carneiro do clube, também não poupa críticas. “O time também tem que fazer sua parte, se ele é incompetente, o estádio não pode fazer” nada”, avalia.

21/05/2011 – Ao vivo: Vitória x Vila Nova-GO

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*