Rafael Gladiador: “Ba-Vi é outro jogo”

Rafael atacante do BahiaApós a frustrante derrota pela Copa do Brasil, o Bahia tenta juntar os cacos e se prepara para voltar a campo neste fim de semana, pelo Campeonato Baiano contra o Vitória. A derrota teve consequência dupla: trouxe a eliminação e o consequente descrédito para o torcedor do Bahia, até minutos antes do BAxVI.

A bola vai rodar e tudo pode mudar como passe de mágica, como estalo, e para isto é preciso vencer e avançar com possibilidades reais de classificação na Artêmio Valente. O Atacante Rafael diz ao jornal Correio, acredita que BA x VI é outro jogo, acrescento que amanhã também é outro dia. Confira

Idade não é sinônimo de maturidade, que pode ser assumida por uma pessoa experiente ou até mais jovem. O atacante Rafael, do Bahia, tem apenas 18 anos e mostra no discurso porque merece a chance que lhe foi dada no time profissional.

Na goleada sofrida para o Atlético-PR por 5 a 0, o jogador entrou no time durante o segundo tempo, mas pouco pôde fazer para ajudar. “Nós jogadores temos que esquecer logo a partida de ontem (quarta), pois não tem mais o que fazer para mudar o que aconteceu, mas o BA-VI é outro jogo e podemos escrever uma outra história”, disse.

Rafael sabe que abaixar a cabeça agora é facilitar a vida do arquirrival Vitória, doido para aproveitar o semblante negativo após a humilhante derrota no Paraná. “O apoio da nossa torcida é muito importante neste momento”, pediu o atacante, autor de seis gols na temporada pelo time profissional.

O trabalho não para

O elenco tricolor realizou um trabalho regenerativo na manhã desta quinta-feira (21), em uma academia de Curitiba. Os atletas fizeram musculação e correram na esteira. Quem atuou por mais de 45 minutos na Arena da Baixada pegou mais leve, mas fez a mesma atividade.

Apenas o zagueiro Titi não participou do regenerativo. De acordo com o site oficial do Bahia, ele teve uma indisposição estomacal. O retorno da equipe para Salvador foi marcado para às 17h20. O time só volta a treinar na tarde de sexta, às 22h, no Fazendão. O último trabalho acontece na manhã de sábado.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*