Cornetar o Bahia (pornografia e masturbação)

Será que os corneteiros não são os mesmos amantes da masturbação e da pornografia? O sujeito que se dedica as duas atividades acima são evidentemente auto-suficientes e não precisam de uma companheira, uma pessoa do sexo oposto para dividir as dores e as angústias.

O Bahia para mim é como um ser-humano inteligente que tem alma e precisa de compreensão, não é uma “mulher” saída de alguma resvista pornográfica e feita por computação gráfica no “photoshop”. Um traço do corneteiro é que ele quer um time só para ele e que seja ideal e sem defeitos como as fabricadas em revista expostas em bares de beira de rodovia.

O corneteiro só precisa de pulmão e abrir sua nociva boca; o cidadão que vive para se masturbar também só precisa acionar as mãos e num movimento mecânico e de imaginação se satisfaz idealmente sem precisar de mais nada.

Você que é “corneteiro’ e amante da pornografia: procura uma mulher de verdade para parar de cornetar meu time que é para mim uma mulher que precisa às vezes de compreensão e amor. Cornetar hoje o Bahia é como darum tiro no próprio pé! Oxalá, meu amigo Dalmo, hoje ganhemos!

PS.: Pensa na sua mãe, corneteiro, que você logo pensará duas vezes antes de cornetar.

Deixe seu comentário