Bahia se surpreende com leilão de sede

sede de praia do Bahia, na Boca do RioA sede de praia do Bahia, na Boca do Rio, está entre os 95 lotes que vão a leilão na próxima sexta-feira (15). Procurado pelo jornal Correio*, o presidente do clube, Marcelo Guimarães Filho, se disse surpreendido com a notícia.

Segundo o dirigente, a sede foi desapropriada pela Prefeitura por completo, mas o leiloeiro Arthur Nunes, responsável pelo leilão, acredita que o lote se trata de um desmembramento do imóvel, avaliado em pouco mais de R$ 3 milhões. “Já acionamos nossos advogados e acreditamos que esse leilão não irá acontecer”, afirmou Marcelo Filho.

Parque olímpico – O prefeito João Henrique planeja construir um parque olímpico na área onde se encontra a sede da praia do Bahia, atualmente em processo de desapropriação. A ideia é integrar a área da antiga sede social ao Parque Atlântico, vizinho ao Aeroclube. O espaço seria demolido, aproveitando-se apenas a piscina, com dimensão olímpica.

O projeto está em fase de planejamento e só será apresentado após a resolução de uma série de questões. A principal delas é a liberação, pela justiça, das obras do novo shopping, que estão embargadas. O parque olímpico teria a finalidade de abrigar atletas para representar o Brasil na Olimpíada do Rio, em 2016, e atender a crianças e jovens da comunidade da Boca do Rio. Atualmente, algumas atividades continuam funcionando na sede de praia Tricolor. Entre elas, a escolinha do Bahia e a venda de ingressos para partidas do clube. As informações são do Ibahia.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*