Antônio Lopes orienta o meia Arthur Maia

Depois de conceder folga aos jogadores que atuaram mais de 45 minutos no primeiro clássico das semifinais, o técnico Antonio Lopes, nesta segunda-feira à tarde, acompanhou atentamente o coletivo entre os reservas e alguns juniores. E não cansou de orientar o meia Arthur Maia, que vem participando bem dos treinamentos e teve uma boa participação nos 20 minutos em que atuou no Ba-Vi.

Aqueles que atuaram mais de 45 minutos no clássico estarão se reapresentando na manhã desta terça-feira, no CT Manoel Pontes Tanajura.

Arthur Maia, que voltou da Grécia e foi submetido a um trabalho para fortalecimento muscular e condicionamento físico, treinou com desenvoltura no coletivo no campo 3 do CT.

“Criou-se uma expectativa muito grande pelo que fiz na base e nos torneios fora do país, mas sempre fui uma pessoa tranqüila, e aguardo a minha hora. O professor Lopes trata todos nós com igualdade e espero que esteja chegando a minha hora”, disse o meia de 18 anos e que veio para o clube com 10 após ser aprovado pelo “olheiro” Edgar Nunes em um torneio do núcleo da escolinha do Vitória em Maceió.

O coletivo terminou com a vitória por 1 x 0 do time com colete verde, gol de Rildo. O atacante, por sinal, sentiu um desconforto na parte posterior da coxa direita e foi substituído. Atendido pelo médico Luís Felipe Fernandes, Rildo foi direto iniciar tratamento no DM.

Os times: colete verde – Gustavo, Dimas (Eduardo Costa), Reniê, Gabriel Paulista e Ernani; Duylio, Adauto e Arthur Maia; Rildo (Edson), Edson (Vander) e Neto; camisa cinza – Douglas, Rafael, Dankler (Raphael), Alan Henrique (Clayton) e Jefferson; Marcelo, Caculé, Vander (Carioca) e Lucas Nania; Marcelo Paranaense (Edson e depois Helton) e Júnior Timbó.

Romário
Depois de submeter a cirurgia de pubis, o lateral-direito foi liberado pelo Departamento Médico para começar a correr no campo. Ele treinou orientado pelo professor Alex Fernandes.

Saba
Visando aprimorar a parte física, o meia Saba treinou forte com o professor Júlio Césarf Santana.

Mineiro e Viáfara
O meia, que torceu o tornozelo direito, após uma entrada violenta por trás do volante Helder – acabou expulso – compareceu ao clube na tarde desta segunda-feira e fez tratamento. A tendência é que seja poupado das atividades desta terça-feira, em dois períodos, no CT Manoel Pontes Tanajura.

O goleiro Viáfara esteve no clube pela manhã e realizou tratamento da pancada que sofreu no pé direito ao dividir uma bola com Zezinho e evitar a conclusão do jogador adversário. (Site Oficial)

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*