Vasco x Vitória: Jogo da classificação rubro-negra!

Vasco e Vitória, jogão de bola. Não levo jeito para prognósticos, porém assisti às últimas partidas das equipes, em seus respectivos mando de campo e não vejo bicho de doze cabeças para o Vitória arrancar um resultado necessário em São Januário (se tudo ocorrer dentro da normalidade do futebol).

Ajuda de San Gennaro o Vasco não terá, o homem quando vivo torcia, revirava os olhos e corria o dedo no terço, apenas pelo azul e branco, as cores do Nápoles, seu time do coração.

Um Vitória jogando para empatar perde de muito, jogando para ganhar é capaz de empatar e, como consequência, trás para Salvador a merecida e sonhada classificação para a torcida rubro-negra, ai é que será duro aturar.

O técnico Ricardão Silva já avisou: que vai correr pra dentro, sem medo de cara feia e nenhuma postura covarde está nos seus planos, mesmo com os desfalques de três dos seus principais jogadores: o lateral-direito Nino Paraíba, o meia Ramon Menezes, vetados pelo Departamento Médico e Elkeson, suspenso pelo 3ª cartão amarelo. O atacante Júnior, depois de resolvidas as suas pendências extra futebol, embarca ainda hoje para o Rio de Janeiro, entretanto ainda não é certa a sua participação no jogo.

A situação do Vasco é tão complicada como foi a situação do Bahia, no último jogo (o jogo do enterro, deixemos…), para pensar em classificação precisa reverter o placar de 2 a 0, que sofreu do matadouro do Barradão e tentar a loteria do pênaltis. Jogando com seriedade, nariz de pé e bola no chão, seguramente o Vitória tem amplas e totais chances de classificação.

Sopra o apito, Evandro Rogério Roman (Fifa-PR) sacodem as bandeiras: José Carlos Dias Passos (PR) e Bruno Boschilia (PR). Enquanto Antonio de Carvalho Schneider (RJ), como quarto árbitro, enche o saco dos técnicos na beirada do gramado.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*