Atacante Júnior foge de assunto policial

Porque o jogador deveria comentar sobre um assunto que foge da área esportiva, especialmente num momento em que o Vitória disputa uma partida tão importante? O assunto, quando da área policial, compete ao atleta enquanto cidadão e sem qualquer relevância com o jogo de hoje. Ao Vitória, competem as providências na área da justiça desportiva e isto já foi feito e a CBF, por sua vez, já atestou a regularidade do atleta. Ainda assim, confira matéria do Ibahia que ressuscita o assunto, num momento pouco apropriado.

Na semana passada, o atacante Júnior, do Vitória, foi surpreendido por policiais da Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur). O atacante rubro-negro foi levado para a Polinter para prestar depoimento por conta de uma acusação de ter falsificado seu passaporte, em 2001, em um esquema que envolveria a venda de jogadores para o exterior por empresários. Segundo o processo, Júnior teria adulterado a sua idade.

O episódio quase tirou o artilheiro do jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Vasco, já que ficou detido na Polícia Federal e só foi solto após o departamento jurídico conseguir um habeas corpus.

Passado o susto, Júnior voltou à equipe do Vitória e estará em campo nesta quarta-feira, às 21h50, contra o Atlético-GO, no primeiro duelo das semifinais da competição. Na chegada a Goiânia, o jogador disse estar tranquilo, apesar de não querer falar sobre o assunto.

“Estou bem. Os advogados do Vitória estão resolvendo isso. Fui chamado só para prestar declarações, nada mais. Não quero ficar falando sobre esse assunto. São coisas do passado”, disse.

O atacante se diz preparado para ajudar a equipe a conquistar um bom resultado contra a equipe goiana. O jogador exalta a força de vontade de todos os atletas rubro-negros.

“Nossa equipe é uma equipe de guerreiros, que luta muito. Estou bem para jogar. Viemos de duas derrotas, mas por conta de expulsões no segundo tempo. Os jogos também foram fora de casa, contra Vasco e Palmeiras. Então, isso não atrapalha a gente”. Com informações do Ibahia

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*