Quando o Bahia vai mal, a Bahia fica cinza

Nem bem acordei ainda e na TV uma noticia me chama a atenção negativamente: Segundo o Jornal da Manhã da TV Bahia, hoje o tricolor estaria decidindo com a aquiescência do Vitória a contratação do meia Ramon. Lamentável uma decisão dessa, acreditávamos que o tricolor, muito embora não estivesse ainda bem engrenado, sabíamos que havia um planejamento em execução e que apesar dos percalços a sua execução é que nos garantia haver um norte dessa vez, pelo menos, não estaria o Bahia dirigido pelo que ocorrer. Como deixa transparecer se essa noticia contiver um mínimo de verdade, pois que jamais uma contratação dessa seria ação de Planejamento Estratégico ou Desvio Aceitável.

Digo mais, vou usar a partícula apassivadora – SE – antes de contextualizar meus créditos: Se o Bahia estiver mesmo em viabilização dessa negociação, comete antes de tudo graves erros: Antes teriam que dispensar Paulo Carneiro e Gallo. Se pretenderem contratar Ramon, essa seria a providência primeira, pois que está claro que esses profissionais não admitirão tal bedelho. Ou alguém do Bahia acha que Paulo Carneiro e Gallo vão receber Ramon numa boa, depois de exaustivamente terem dito que tal perfil de jogador não era parte do Planejado pelo Bahia deles?

Não pelo futebol de Ramon, até entende-se que ainda há um caldo ali, mas a sua contratação é o significado, é o atestado de que o barco começa a ficar a deriva. Pra inicio de conversa, como uma contratação tão importante para o Bahia, que tanto desgaste tem trazido ao Clube, pode começar já com a aquiescência rubro negra? Observem que a noticia começa com comentário de Jorginho Sampaio dizendo que Ramon quer sair.

Deixando de lado essa infeliz motivação, acreditando que tudo isso é parte da boataria que toma conta do Bahia, coisa natural nos últimos tempos do tricolor, sempre que as decepções dentro de campo se concretizam. Acredito muito mais, que tudo isso não passa de fumaça, pois que, sem o Bahia na pauta, nem mesmo a grande Vitória do Brasil ontem (28), são razões suficientes para garantir o interesse dos baianos pelo futebol, talvez por isso também, estão aquecendo as noticias da semana, já que quando o Bahia vai mal, a Bahia fica cinza.

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. engagement rings

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*