Estadual enxuto é o ideal de Bahia e Vitória

BA x VIPrejuízo aos clubes, espetáculo, atletas, treinadores e torcida. Quantidade de partdas está longe de significar qualidade do futebol. Outra vez, o Baiano excedeu o número de data recomendada pela CBF. Ignorou as 23 adotadas pelos principais estaduais e optou por 26 – sob pena de chocar com a Copa Brasil.

Aconteceu em 2007, e se repete. Eficiente, o Bahia chegou a terceira fase e enfrentou maratona semelhante à atual. O presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues, garante que a questão poderia ter sido superada no arbitral de 2008. “Propusermos um estadual com 20 datas, mas a fórmula perdeu por um voto”

Pesou o interesse da maioria dos clubes do interior. E respeitado o estatuto do torcedor, a fórmula deve ser mantida por dois anos. “Vamos tentar em 2010” promete Rodrigues. O beneficio do atual excedente é esticar o numero de jogos, e assim, a arrecadação. “Não adianta montar um time para dez jogos” explica Ricardo Xavier, presidente do Itabuna. Fernando Lopes, do Camaçari, propõe: “Poderia ter outra ter outra competição que desse a vaga na Copa do Brasil, como acontece em Sergipe e MP Rio Grande do Norte”

BAxVI – Três rodadas a mais do Paulista, Carioca ou Pernambucano, é preciso se “esgueirar” entre estadual e Copa do Brasil. Quase uma aposta contra os baianos. O Bahia iniciou maratona de sete jogos em 15 dias, “Isso precisa ser revisto. O problema é agravado pelo jogo mudado de última hora por conta da prefeitura e governo” acredita o gerente Paulo Carneiro.

Em meio à correria, o clube encara o Coritiba. E como a tabela do estadual previa jogo na quarta-feira reservada à Copa Brasil, mais uma partida foi reagendada. O presidente da FBD se defende. “Comunicamos à CBF nossas datas em outubro. O dia 8 de abril não era reservado. Eles retificaram”

O Vitória tem seqüência e indignação semelhantes à do rival. “E uma barbaridade. Não há tempo para treinar. Não vamos aceitar mais essa esculhambação” disse o vice-presidente Jorge Sampaio. Depois de quatro partidas em oito dias, o clube enfrenta o Juventude na quarta-feira (18), em Caxias. O time teve apenas dez dias de pré-temporada. Prejuízo imediato ao clube, estendido a atletas e torcida. Com, informações do Correio

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*