Vitória usa força total contra o Itabuna

O Vitória estréia o técnico Mauro Fernandes numa das mais difíceis partidas da fase de classificação do Campeonato Baiano, hoje à noite, contra o Itabuna, no Estádio Luís Viana Filho, no interior do Estado. Para um jogo carregado de responsabilidades, diante de um adversário que está em 5º lugar na tabela e luta por uma vaga no G-4 para a fase decisiva do Estadual, o novo treinador coloca em campo o que tem de melhor à sua disposição no Centro de Treinamentos da Toca do Leão, e muda a equipe com a volta de Bida e Jackson ao meio-campo.

Na prática, o técnico Mauro Fernandes mantém a base do time montado pelo seu antecessor, Vágner Mancini, que trocou o Vitória pelo Santos, de São Paulo. A vantagem, além de aproveitar o entrosamento do grupo, foi o recesso do Carnaval, que deu ao treinador tempo para ajustar tecnicamente a equipe, inclusive com o aproveitamento de Bida e Jackson, que desde a segunda-feira participaram do primeiro, dos dois coletivos dirigidos por Mauro, durante o recesso do Carnaval, no CT da Toca do Leão.

O jogo desta noite marcará a volta de Mauro Fernandes no comando técnico do Vitória, que ele ajudou a voltar à 2ª Divisão do Brasileiro em 2006, mas dispensado em função da má campanha do time baiano na disputa da Copa do Brasil de 2007, quando foi eliminado pelo Baraúnas do Rio Grande do Norte. “Em 2007 deixei meio caminho andado. Para a Libertadores temos dois caminhos: o mais curto que é a Copa do Brasil, e depois o Brasileiro”, disse o treinador na sua chegada ao clube baiano.

Os trabalhos do Vitória foram encerrados ontem à tarde no CT da Toca do Leão, com início de concentração para 18 jogadores convocados pela Comissão Técnica na Chácara Vidigal Guimarães: goleiros, Gleguer e Viáfara; laterais, Bosco, Apodi e Luciano Almeida; zagueiros, Wallace, Thiago Gomes e Anderson Martins; volantes, Ramirez, Bida e Vanderson; meias, Gláucio, Jackson e Rafael Bastos;atacantes, Washington, André Luís, Nadson e Neto.

A viagem para a cidade de Ilhéus, em dois aviões fretados, será às 17h30, e do aeroporto os jogadores seguem de ônibus para o Estádio Luís Vianna Filho para o jogo às 20h40 contra o Itabuna.

Ramirez reaparece e já senta no banco

A troca de treinador significou mudança imediata para o volante Ramires. Ignorado por Wagner Mancini, jogador de 21 anos, já foi incluído entre os 18 que viajam para Itabuna hoje. Será reserva. Ramirez começou no Real Salvador e seguiu para o Vitória ainda na base. Foi Mauro Fernandes que o levou aos profissionais, em 2007

Itabuna sofre com “Berolamania”

Neto Berola é um dos artilheiros do campeonato, mas nem tudo está bem para o Itabuna dentro de campo. O azulino é dependente do seu principal goleador, responsável por sete dos 15 gols marcados pelo time (45,7%). Pior que isso: apenas cinco jogadores do Itabuna balançaram as redes adversárias, após dez rodada

Leguelé perde capitão e vai de três zagueiros

Sem pode escalar o volante Rondinelli, capitão do Itabuna suspenso com três cartões amarelos, o técnico Alberto Leguelé deve entrar em campo com o zagueiro Cléverton, montando assim um esquema com três zagueiros. Mas o grande ganho do time está no ataque. O artilheiro Neto Berola já cumpriu suspensão e joga para toda Bahia ver. Com informações da Tribuna da Bahia e Correio

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*