Ser Campeão Baiano e Tomar Menos Gols! (13 dá azar)

Será difícil o Bahia superar a sua marca do campeonato do ano passado quando teve em Rogério, Alison e Fausto uma defesa muito bem armada. Rogério com 26 partidas, Alison e Fausto, cada um com 22 partidas, fizeram números invejáveis e difíceis de serem batidos em regularidade e entrosamento nas partidas do Baianinho do ano de 2008.

A dupla de zaga titular do Bahia esteve em quase todos os jogos, e formou, com exceção de poucas partidas, uma defesa quase intransponível. Números não mentem para a defesa menos vazada em todo o Baianão de 2008: o Bahia tomou apenas 13 gols, enquanto o Juazeiro tomou 53 gols.

Apesar disso, o Bahia não foi o Campeão Baiano. Faltou aquele espírito de chegada de campeão no final do campeonato.

Paulo Comelli era o técnico do Bahia, e jogava para primeiro para não perder. Sua aposta numa defesa formada por este trio: Rogério, Alison e Fausto viria a fracassar no brasileiro da segunda divisão.

A filosofia de trabalho do treinador Gallo aposta, também, suas fichas na defesa. É esperar para ver se o Bahia poderá levar menos gols, principalmente na fase final do campeonato e, afinal, ser o Campeão Baiano de 2009.

Maurício Guimarães

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*