Treinador era desejo antigo da diretoria

A direção do Bahia e o técnico Roberto Cavalo já vinham se flertando há algum tempo. A contratação do treinador, confirmada ontem pela manhã, foi a realização de um antigo desejo da diretoria do clube. “É um namoro antigo e felizmente deu certo agora. Vamos trabalhar para corresponder à essa expectativa”, comentou o novo treinador do Bahia.

Ciente de todas as dificuldades que irá enfrentar em seu novo trabalho, Cavalo espera ter sucesso. Confiante, o treinador acredita que poderá levar o clube de volta à elite do futebol nacional. “O Bahia não está mal. Faltam apenas alguns reajustes e temos tempo de sobra para fazer isso. Não precisamos ser campeões. O que o Bahia precisa é ficar em quarto lugar no final do campeonato”, afirmou o treinador, que revelou já ter sido sondado pelo clube em três oportunidades.

“Sei da situação do Bahia, vi o que aconteceu na semana passada e hoje nós precisamos ter a torcida do nosso lado. É uma torcida forte e nós estamos indo para Salvador não é para ficar no meio do caminho não”, comentou.

Roberto Cavalo iniciou a carreira de treinador em 1997 dirigindo o Avaí, onde sagrou-se campeão da Série C e campeão catarinense; passou pelo Náutico, onde foi um dos três finalistas do Campeonato Brasileiro da Série B de 2004; pelo Gama, onde chegou às quartas-de-final da Copa do Brasil de 2007. Ele teve passagem ainda por Criciúma e América de Natal.

Mais recentemente o novo treinador do Bahia estava no Gama, onde desligou-se no final do mês passado, por desgaste com a diretoria do clube. No Distrito Federal, Cavalo conseguiu tirar a equipe da zona de rebaixamento p ara a Série C.

Autor(a)

Dalmo Carrera

Fundador e administrador do Futebol Bahiano. Contato: dalmocarrera@live.com

Deixe seu comentário