Petrobras não investirá em publicidade no barradão

A Petrobras desmentiu que planeja investir em publicidade no Estádio Manoel Barradas, de propriedade do Esporte Clube Vitória, para que o arquirrival Bahia possa jogar na praça esportiva. Segundo o Gerente de Comunicação Institucional da Petrobras para o Nordeste, Dacles Andrade, a lei não permite que a multinacional invista em patrimônio privado. “O que pretendemos são ações promocionais para brindar clientes da BR-Distribuidora. Algo como ‘abasteça com tantos litros de combustível e ganhe um ingresso’”, esclareceu.

Ele admite que há uma negociação de aproximadamente R$ 4 milhões que está em fase de discussão, mas que difere do que foi divulgado pela direção rubro-negra.

Vitória esclarece notícia envolvendo a estatal Petrobras

O Esporte Clube Vitória, através de seu presidente, Sr. Alexi Portela Júnior, em função das recentes notícias envolvendo a Petrobras e o Vitória, vem de público esclarecer:

1) – Existe em andamento negociações visando a participação do Vitória em uma ação promocional de longo prazo, tendo o Vitória recebido nesta semana um convite para analisar sua participação nessa promoção;

2) Provavelmente essa ação promocional não se limitará ao Vitória e deverá ser estendida a outros clubes em outras praças esportivas do país;

3) Ainda não existem definições quanto ao prazo total dessa ação, nem em relação aos valores envolvidos e nem está estabelecido nenhum cronograma de desembolso; e

4) As partes entendem que a cessão do estádio para alguns jogos da Série B em 2008 valorizaria essa ação promocional e serviria como fator motivador para aprovação do projeto.

A diretoria do Vitória esclarece ainda que apesar de a maioria da torcida do clube já ter se manifestado em recente pesquisa promovida pela internet favorável ao aluguel do Barradão, se isto representasse consideráveis investimentos financeiros no clube, nenhuma decisão será tomada sem um amplo debate entre diretores, conselheiros e lideranças das nossas torcidas.

Alexi Portela Júnior
Salvador, 26 de agosto de 2008

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*