Balançar o Figueira ou descer a ladeira

A agonia da quarta se estendeu pela quinta-feira à noite, torcedores ligados no canal fechado na verdadeira “corrente pra trás”. Teriam que secar com mais afinco. O clube perdeu dois postos na tabela para Coritiba e Flamengo _ ocupa agora o oitavo lugar, distante quatro pontos do G-4 e outros quatro do nono colocado Internacional.
Os otimistas verão na situação chance real de ascender no Brasileiro sem a pressão de um adversário direto nos calcanhares. Tranqüilidade para enfrentar o Figueirense, às 18h20 de hoje, em Santa Catarina.
Mas o dever jornalístico obriga análise de possibilidade não menos concreta. Vencer é imperativo para não permitir o afastamento demasiado dos líderes. O sonho do título está distante 11 pontos. Sob todos os aspectos, os catarinenses são o ideal de adversário. A goleada no Barradão ecoa no Orlando Scarpelli. Quatro gols na defesa do Figueirense, a terceira mais vazada nessas 21 rodadas.
O time de Paulo César Gusmão é dos mais instáveis deste nacional. Perde, empata e ganha com freqüência regular: sete vezes cada. O maior problema rubro-negro é a série de desfalques. Leonardo Silva e Anderson Martins suspensos; Marco Aurélio, Renan, Leandro Domingues e Marquinhos entregues ao departamento médico; Dinei apresentado oficialmente no espanhol Celta de Vigo.
O camisa 9 da Toca já tem substituto. Mariano Sebastian Trípodi foi emprestado pelo Santos até o final de 2008. O que preocupa é o fato de o argentino de 21 anos não ter agradado na Vila Belmiro.
O atacante chegou ao Brasil no dia 12 de fevereiro, mas só atuou 15 vezes. Gols? Só o da classificação santista às oitavas-de-final da Libertadores da América, vitória por 2×1 sobre o Cúcuta, da Colômbia.
Ao menos no currículo, está longe de ser o reforço dos sonhos da torcida rubro-negra. Parece distante ainda de ser o homem do pivô e referência de área para aproveitar as jogadas trabalhadas por Willans, Marquinhos e Ramon – terceira oportunidade de ingressar no top 10 da história dos artilheiros do Brasileiro.
Conjecturas para o futuro. Ainda não há sequer previsão confiável para o retorno de Marquinhos. De imediato, o técnico Vágner Mancini tem o time definido, mas esconde dúvidas na defesa. Wallace assegurado, Marcelo Batatais e Tiago Gomes disputam a segunda vaga. Carlos Alberto e Rafael são os nomes para a lateral-direita.
Muriqui está próximo de rescindir contrato com o Vitória
O meia-atacante Muriqui está próximo de rescindir contrato com o Vitória e seu destino será o Paraná Clube. A diretoria do Leão já aceitou liberá-lo. Ele chegou ao rubro-negro pouco antes do início do Brasileiro e estreou na primeira partida do campeonato, entrando no segundo tempo da derrota para o Cruzeiro por 2 x 0 no Barradão. O atacante ainda teve oportunidades no decorrer de algumas partidas, mas não agradou a torcida, nem comissão técnica. Muriqui só não se transferiu ainda porque espera uma decisão da Justiça do Trabalho, liberando o atacante do Paraná, Everton, para o Flamengo. Informações do Bahia Noticia/Correio da Bahia

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*